Tools

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PEC) da Universidade Estadual de Maringá lança, nesta segunda-feira (13), o Caderno de Extensão Sebastião. A solenidade será na sala dos Conselhos Superiores, no térreo do prédio da Reitoria, às 10h30. O Caderno é uma iniciativa da PEC em conjunto com a Assessoria de Comunicação da UEM, sob a coordenação da Pró-Reitora de Extensão e Cultura Wânia Rezende Silva.

De acordo com a professora Wânia, nos últimos anos, a extensão científica vem contribuindo significativamente para a consolidação do compromisso social das universidades, tanto na formação dos alunos, que vivenciam um processo educativo comprometido com as desigualdades e diferenças da sociedade brasileira, como na disseminação do conhecimento acadêmico-científico produzido na universidade. “Embora exista um trabalho realizado pela extensão, surgiu a necessidade de criar uma ferramenta que servisse como agente de integração entre a universidade e a sociedade em geral. Esse instrumento é o Caderno de Extensão, onde estão reunidos textos jornalísticos, informações sobre os cursos, atividades culturais que promovam o intercâmbio de saberes e a transformação social”, esclarece a pró-reitora.

O nome “Sebastião”, explica a professora, é de origem grega e significa o reverenciado. Ao ser incorporado ao Caderno de Extensão faz uma referência a todas as pessoas que de alguma forma participaram deste projeto, sejam nos textos, fotos, pesquisas, ensaios, tabelas, enfim, a todos aqueles que buscam melhorar a condição humana. Nesta primeira edição, a Pró-reitora reverencia especialmente os servidores da UEM que fizeram parte da criação da logomarca do Caderno Sebastião. O projeto: é de Tânia Machado e Marcelo Dalberto; finalização: Kaltoé; foto: Antônio Carlos Locatelli; caracterização: Heitor Marcon; e o modelo: Antônio Martinhon, servidor da UEM desde 1987.

Para o reitor Décio Sperandio criar um Caderno com propósito de divulgar ainda mais as atividade de extensão “auxilia a democratização do conhecimento acadêmico científico”. Já o vice-reitor, Mario Azevedo, destaca que esta é mais uma iniciativa que “legitima o compromisso social da Universidade”. O Sebastião será veiculado trimestralmente.