Tools

abertura materia peq

A atividade terminou no Dia do Enfermeiro, 12 de maio.

 

Foram premiadas nesta sexta-feira (12), as três equipes que mais pontuaram na I Gincana Cultural do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM). O 1º lugar da Gincana foi da equipe Pronto Atendimento. O grupo ganhou um foto personalizada e mais R$ 300,00. O 2º e 3º lugares, respectivamente, UTI-Neonatal/Banco de Leite Humano e UTI-Adulto ganharam uma foto personalizada da equipe. 

Participaram desta grande confraternização enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem. Durante os dias 9 e 10, eles foram avaliados em jogos de perguntas e de salão. Além disso, doaram itens de higiene e linhas de lã para a confecção de kits para recém-nascidos. Ao todo, concorreram cinco equipes: Pronto Atendimento (PA); da UTI Neo Natal/Banco de Leite Humano; da UTI Adulto; da Clínica Médica; e do Ambulatório de Especialidades (foto acima).

jogo do ovo peq

As competições movimentaram os corredores do hospital no horário do almoço e do jantar. Durante a abertura da Gincana, o superintendente do HUM, Maurício Dias Chaves Jr., disse que sair da rotina do hospital é uma maneira de tornar o ambiente mais agradável para funcionários e até para os pacientes.

O momento contou, ainda, com o depoimento de um ex-paciente, que ficou seis meses em coma no HUM. Tiago Philiph Gouvea sofreu um acidente de skate e chegou a ser dado como morto, porque os ferimentos comprometeram a calota do crânio. Ele disse que é grato aos médicos pela sua recuperação, mas que a esperança de se recuperar cresceu a partir do apoio que recebeu dos enfermeiros. “Na verdade, eles fizeram nascer a esperança na minha família. Eu estava em coma, era minha família que estava sofrendo e os profissionais da enfermagem estavam sempre prontos para uma palavra de esperança. E, hoje, estou aqui, visitando o HU como um amigo. Tenho muito a agradecer a eles”, completou o rapaz.

As equipes – A competição teve como objetivo estimular a integração dos profissionais, residentes, acadêmicos de enfermagem dos diferentes setores do hospital. Segundo o técnico em enfermagem Marcos Luis, as atividades da gincana trouxeram alegria para o ambiente do HUM. “Motiva o pessoal a trabalhar. É uma emoção a mais. A gente trabalha mais feliz. Isso é bom”.

A profissional da UTI Adulto, Kelly Noue, disse que foi uma oportunidade de integração da equipe multiprofissional do HUM. “A gente acaba aumentando a visibilidade da equipe e gerando uma interatividade maior entre os profissionais dos diferentes setores. Eu, por exemplo, sou da UTI adulto, que é um setor fechado e acaba fazendo com que a gente tenha pouco contato com os demais colegas. Ações como a Gincana proporcionam a oportunidade da gente interagir com os colegas com descontração, aumentando a nossa força como profissionais. Isso é muito importante para uma profissão que é marcada pelo sofrimento, por ansiedade, por desgaste físico e emocional”, explicou a enfermeira. 

Representando a equipe da UTI-Neonatal, Jucelia dos Santos Oliveira, confessou que adorou a Gincana. “Precisamos de mais momentos de descontração. O hospital é muito bom de se trabalhar mas é tenso. Quando tem esses momentos de descontração a gente, além de relaxar, a gente tem oportunidade de ficar perto dos nossos colegas. E brincar é sempre bom, né?”, argumentou a enfermeira.

Maria Muniz da Silva, enfermeira do Ambulatório de Especialidades disse que diversão é maravilhoso para o ambiente hospitalar. “Dá mais ânimo, mais expectativa para trabalhar, para cuidar do paciente”, apontou.

A enfermeira da Clínica Médica, Patrícia Sanches, disse que, embora nem todos tenham participado, a atividade foi muito válida e gostosa. “É um momento de descontração da nossa profissão que é tão sofrida. Acho que é bem interessante”, completou. 

Uma das responsáveis pela Gincana, a enfermeira do Serviço de Educação Permanente, Éllen Aleixo, disse que esse evento era um sonho de muitos anos de toda a equipe de enfermagem e que agora se realiza. “Estou muito realizada pelo empenho e envolvimento de todos. Acredito que no próximo ano outras equipes participarão”.

A premiação – Os prêmios aos vencedores foram entregues nesta sexta-feira (12), às 12h30, no corredor da UTI. A equipe ganhadora, do Pronto Atendimento, disse que foi muito legal a união da equipe para vencer a primeira gincana. “O que nos motivou foi poder confraternizar e também ajudar os pacientes com as doações que nós conseguimos arrecadar”, disse uma das integrantes da equipe do PA, Cintia Pataro.

equipe PA peq

A equipe do PA marcou 62.455 pontos (foto). A segunda colocada, UTI Neonatal/Banco de Leite, registrou 10.980; e a terceira colocada, UTI/Adulto, 10.410. O grupo do PA se destacou com as doações. Só neste quesito da competição a equipe marcou 61.670 pontos. Foram doados itens de higiene para compor kits individuais a serem doados aos pacientes do HU, além de linhas de lã para a confecção do Kit RN - Abraço Quentinho, que conta com  luvinhas, toquinhas, meias e polvos a serem oferecidos aos recém-nascidos do hospital.

Fechando a Semana da Enfermagem, a diretora do setor do HUM, Marli Balan, disse que a proposta da Gincana proporcionou momentos muito bons. “Em princípio, achamos que o pessoal não fosse aderir por causa da grande bagagem de trabalho no dia a dia. Mas, hoje, nos sentimos realizados e nos demos conta do quanto é importante criar situações para descontrair a equipe e trazer um momento diferente para elas”, completou a diretora de enfermagem.

Veja a galeria de fotos