Tools

coloquio negro

Sob o tema Acadêmicas, Trabalhadoras e Militantes: a representação de mulheres negras nos diferentes espaços, o evento segue até quinta-feira e contará com palestras, mesas-redondas, grupos de trabalho e rodas de conversa

A atriz Ruth de Souza será homenageada durante o IV Colóquio de Feminismo Negro, evento que será aberto nesta terça-feira, às 19h30, no auditório do Bloco I-12, no câmpus da Universidade Estadual de Maringá (UEM). 

 

Logo após a solenidade de abertura, terá início a palestra com a jornalista e blogueira Maíra Azevedo, a Tia Má, personagem que tem quase 80 mil curtidas na fanpage no Facebook e milhares de seguidores. O tema da palestra será a representatividade da mulher negra na mídia. 

O tema central desta edição do Colóquio é Acadêmicas, Trabalhadoras e Militantes: a representação de mulheres negras nos diferentes espaços. O evento, organizado pelo Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-Brasileiros, segue até 27 de julho, com atividades no auditório do Bloco I-12

A programação do Colóquio também inclui a apresentação de vários Grupos de Trabalho (GTs) com os temas: Epistemicídio: o apagamento do saber negro nos espaços educacionais; As diversas faces da militância negra; Mulher negra e profissão: os desafios entre racismo e empregabilidade. As apresentações serão feitas no primeiro dia do evento das 13h30 às 17 horas. 

Nesta quarta-feira, dia 26, às 14 horas, haverá a roda de conversa Mulheres Negras na Universidade; às 19h30, apresentação Cultural;  às 20 horas, palestra com Djamila Ribeiro, mestra em Filosofia e colunista da revista Carta Capital.

Na quainta-feira, dia 27, às 14 horas, ocorrerá uma nova roda de conversa, sobre o tema Mulheres negras e militância; às 19h30, a mesa-redonda com a arquiteta e colunista do Justificando, Joice Berth, e com a professora Megg Rayara Gomes de Oliveira, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Outras informações pela página do evento no Facebook