Tools

Enade

Eles conquistaram o conceito 5, de excelência; relatório do Inep coloca outros 8 cursos avaliados como muito bons

Dos 11 cursos de graduação da Universidade Estadual de Maringá (UEM) avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), os de Biomedicina e Odontologia atingiram o conceito máximo 5, enquanto que 8 obtiveram o conceito 4 e apenas 1 ficou com o conceito 3, numa escala de 1 a 5.

O resultado da avaliação que analisou o desempenho de cerca de 195 mil estudantes concluintes, dos cursos de quase 197 instituições de ensino superior no Brasil, foi divulgado nesta sexta-feira (1º).

O Enade é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), um órgão do Ministério da Educação (MEC). O Instituto também responde pela realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e pela organização das avaliações periódicas dos ensinos básico e superior brasileiro.

De acordo com o Inep, dos cursos da UEM avaliados ficaram com o conceito 4 os de Agronomia (Maringá), Agronomia (Umuarama), Educação Física/integral (Maringá), Enfermagem (Maringá), Farmácia (Maringá), Medicina (Maringá), Medicina Veterinária (Umuarama) e Serviço Social (Ivaiporã). O curso de Zootecnia obteve o conceito 3.

Segundo a diretora de Ensino de Graduação da UEM, Solange Yaegashi, o resultado em geral reflete o esforço do corpo docente em manter um trabalho de qualidade e mostra que os alunos tiveram um excelente desempenho nas provas.

A diretora pondera, ainda, que o conceito 5 representa o nível de excelência, o 4 equivale a um desempenho muito bom e que o conceito 3 representa um resultado bom.