Tools

vestibular-indigena-2017

A UEM responde pela organização do concurso, cujas provas serão aplicadas no município de Pinhão para 725 inscritos

Começa, neste domingo, 1º de outubro, o XVII Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná com a aplicação da prova oral de Língua Portuguesa. O concurso se estende até  2 de outubro com  as provas objetivas de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna ou Língua Indígena, Biologia, Física, Geografia, História, Matemática e Química e Redação.

A Universidade Estadual de Maringá responde pela realização do concurso, que a cada edição tem uma universidade pública do estado à frente do processo seletivo, sempre com apoio da Comissão Universidade para os Índios (Cuia). O XVII Vestibular  dos Povos Indígenas registrou 725 inscrições homologadas. As provas serão aplicadas no Colégio Estadual do Campo Professor Júlio Moreira, Centro de Capacitação de Faxinal do Céu, à Avenida Faxinal do Céu, s/n, município de Pinhão, Paraná.

No total, há a oferta de 52 vagas, das quais 42 são destinadas pelas universidades estaduais paranaenses aos integrantes das comunidades indígenas localizadas no Estado. As dez vagas restantes são ofertadas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) para indígenas de todo o território brasileiro. Todas as vagas são suplementares, ou seja, não são retiradas daquelas regulares oferecidas nos cursos de graduação das universidades envolvidas. 

A lista dos aprovados será publicada no dia 30 de novembro, até às 17 horas, pela internet e nas sedes das universidades envolvidas. Para outras informações acesse o site do concurso.