Tools

b55ec715-fdfc-42b8-9905-4d009635965b

Os prêmios foram entregues nesta terça-feira e entre os oito vencedores estão dois professores e um acadêmico da UEM

Os vencedores do 30º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia José Richa, foram homenageados nesta terça-feira (3), no Palácio Iguaçu em Curitiba.  Dois professores da UEM e um acadêmico estão entre os premiados, os três na área de Ciências Agrárias. Os professores do Departamento de Agronomia Carlos Alberto Scapim e Ednaldo Michellon foram os vencedores nas pesquisador e pesquisador extensionista respectivamente. E na categoria estudante de graduação o premiado foi João Pedro Mariano dos Santos, acadêmico do quarto ano do curso de Agronomia.

 

Eles receberam o prêmio do governador Beto Richa e do secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes. Além dos premiados e dos familiares, participaram os pesquisadores vencedores da primeira edição do prêmio, os representantes das universidades estaduais, dos institutos de pesquisa e das secretarias de Estado. A partir desta edição, o prêmio passa a ser nominado José Richa, que era governador do Estado quando a iniciativa foi criada..

Beto Richa destacou o trabalho dos profissionais e a contribuição deles para o desenvolvimento do Estado. “Agradeço a todos os que se dedicam e contribuem para o desenvolvimento sustentável e vigoroso do Estado do Paraná”. 

João Carlos Gomes destacou que o prêmio é uma das ações do Governo do Estado de valorização da pesquisa e extensão desenvolvidas pelos pesquisadores paranaenses, estudantes de graduação, inventores independentes e de jornalistas que produzem matérias de divulgação científica. 

O prêmio contempla as categorias Pesquisador, Extensionista, Estudante de Curso de Graduação, Inventor Independente e Jornalista. Duas áreas são premiadas a cada ano em um sistema de rodízio. São avaliados projetos nas áreas de Engenharias e Ciências Biológicas; Ciências Exatas e da Terra e Ciências da Saúde; e Ciências Humanas e Sociais e Ciências Agrárias. 

Nesta edição foram oito vencedores nas áreas do conhecimento de Ciências Humanas e Sociais e Ciências Agrárias. Os vencedores receberam certificado e premiação em dinheiro, de acordo com cada categoria. No total, são cerca de R$ 190 mil em prêmios.

Pesquisadores –  Para o pesquisador Carlos Alberto Scapim, o incentivo dado pelo Governo do Estado tem contribuído para o avanço da Ciência e Tecnologia. “Eu tenho 22 anos de pesquisa na UEM e não há como comparar o apoio e incentivo que temos hoje com a estrutura que tínhamos no início da minha carreira como pesquisador.” 

Ednaldo Michellon ressaltou que a extensão é área em que as pesquisas produzidas pelas universidades são disseminadas para a sociedade. “O Paraná mais uma vez dá o exemplo, ao valorizar a extensão nesta premiação, algo já contemplado no Plano Nacional de Educação. Receber o Prêmio José Richa é o coroamento de uma carreira, que começou justamente quando ele era governador, em 1985.”

Estudante de Graduação – O acadêmico João Pedro Mariano dos Santos, que já está no segundo curso de graduação, agora Agronomia, visa fazer o mestrado com foco em extensão rural para seguir a carreira como professor e pesquisador. “O prêmio é um reconhecimento de tudo que a universidade está fazendo e que está fazendo um bom trabalho, formando bons pesquisadores”, disse.

31ª Edição – Em 30 anos de existência do prêmio, mais de cem pessoas, entre cientistas, professores, estudantes e, mais recentemente, inventores e jornalistas, já foram agraciados com o Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia. 

Nos próximos dias serão abertas as inscrições para o 31º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia. Esta edição contemplará as áreas de Engenharias e de Ciências Biológicas. As informações estarão disponíveis no site da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior www.seti.pr.gov.br .

 

Vencedores

Área: Ciências Humanas e Sociais

Categoria: Pesquisador

Vencedor: Jandir Ferreira de Lima

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

 

Categoria: Extensionista

Vencedor: Rita de Cássia da Silva Oliveira  

Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

 

Categoria: Estudante de Graduação

Vencedor: Caroline Andressa Welter 

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

 

Categoria: Jornalismo 

Vencedor: Mie Francine Fukushigue Chiba

Veículo: Folha de Londrina 

 

Área: Ciências Agrárias

Categoria: Pesquisador

Vencedor: Carlos Alberto Scapim

Universidade Estadual de Maringá - UEM

 

Categoria: Extensionista

Vencedor: Ednaldo Michellon

Universidade Estadual de Maringá - UEM

 

Categoria: Estudante de Graduação

Vencedor: João Pedro Mariano dos Santos 

Universidade Estadual de Maringá – UEM

 

Categoria: Jornalismo

Vencedor: Gislene Maria Bastos

Veículo: RICTV Record

 

Premiação

Pesquisador – R$ 34.704,88

Extensionista – R$ 34.704,88

Inventor Independente – R$ 13.881,95

Jornalista – R$ 13.881,95

Estudante de Graduação – R$ 11.568,29

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seti

Galeria de Fotos