Tools

2017-10-25 visita sala do Reitor Universidade do Arcancas  MG 4825

Atualmente, a dinâmica de mobilidade entre as duas instituições concentra-se na área de Economia Agrícola e Agronegócio

Representantes da Universidade do Kansas (K-State), nos Estados Unidos, estiveram reunidos com o reitor e o vice-reitor da UEM (Universidade Estadual de Maringá), Mauro Baesso e Julio Damasceno, respectivamente. A visita , realizada nesta quinta-feira (26), concentrou-se na apresentação de trabalhos e pesquisas envolvendo a mobilidade internacional de professores e estudantes das duas instituições. 

Entre os visitantes da K-State estavam o pró-reitor assistente de Relações Internacionais, Marcellus Caldas, o diretor de graduação do College of Agriculture – Agricultural Economics, Jason Bergtold, e o coodenador do Programa de Pós-Graduação em Agricultura Econômica, Aleksan Shanoyan.

O convite partiu da professora do Departamento de Administração (DAD) da UEM, Sandra Mara Bánkuti, que em 2016 concluiu o pós-doutorado na universidade norte-americana. Atualmente, a dinâmica de mobilidade com instituições estrangeiras tem garantido trocas de experiências importantes com projetos que envolvem a economia agrícola e o agronegócio.

De acordo com a professora Sandra Bánkuti, mesmo com os benefícios já conquistados por meio da parceria com a K-State, alguns projetos ficam limitados, diante do pequeno número de professores, estudantes e pesquisadores que conseguem se deslocar para outros países, durante a trajetória acadêmica ou profissional. “É necessário o envolvimento da comunidade acadêmica para expandir os trabalhos que estão sendo realizados”, justifica.

Durante a reunião, o representante da universidade do Kansas, Marcellus Caldas, expressou o interesse dos pesquisadores norte-americanos em estabelecer novas parcerias com a UEM, já que há um histórico de cooperação internacional bem sucedido entre as duas instituições. Segundo ele, o maior desafio é despertar o interesse da comunidade acadêmica para projetos internacionais de cunho científico. “Para isso, além de incentivos financeiros, são necessárias políticas mais efetivas, possibilitando a mobilidade internacional de estudantes e professores”, argumenta. 

Na vinda a Maringá, os convidados da Universidade do Kansas participaram do 12º Encontro de Economia Paranaense (Ecopar) e do 1º International Meeting on Economic Theory and Applied Economic, realizados esta semana na UEM. Durante os eventos foram apresentados resultados de pesquisa na K-State. As palestras são voltadas a internacionalização de Teorias Econômicas Aplicadas e Soluções Agrícolas.

uem tv