Tools

musica

O primeiro será em Maringá, para comemorar os 500 anos da Reforma Protestante; e o segundo, em Bauru, num curso internacional

A orquestra de Flautas da Universidade Estadual de Maringá (UEM) participará de dois importantes eventos nesta semana, sendo o primeiro deles, amanhã (31), às 19h30, quando vai se apresentar durante um culto da Igreja Evangélica de Confissão Luterana, em Maringá, para comemorar os 500 anos da Reforma Protestante.

Além disso, no próximo domingo (5), às 11 horas, no Alameda Quality Center, em Bauru, a Orquestra fará uma apresentação no encerramento do 3º Curso Internacional de Flautistas daquela cidade.

Em Maringá, no culto dirigido pelo pastor Mauri Perkowskiela, a Orquestra de Flauta, sob a coordenação do professor Bernhard Fuchs, vai tocar ao lado do Coral da Igreja Luterana, coordenado por Edna Eidam-Wunderlich, na rua Mem de Sá, 186, bairro Zona 2. 

A regência será de Douglas Tizziani. Atuarão também as pianistas Raquel Hélida Vaz e Marli Eidam Camargo. Irão integrar a Orquestra de Flautas Anna Luiza Mukai Reis, Paulo Costa (flauta 1); Victor Nery e Paulo Sérgio Agostinho (flauta 2); Andressa Gomes e Beatriz Paulino Pereira (Flauta 3); Maria Goreti Pellacani, Raphael V. Rebello da Silva Almanza, Raphaela Garcez Adamucho Gomes Flauta Contralto e Wellington Tangi Miguel (Flauta 4); Bernhard Fuchs e Paulo César Gomes (Flauta Baixo); e Douglas Lemes (Contrabaixo). 

No repertório que será apresentado, constam os corais de Martinho Lutero, com arranjos de grandes compositores como J.S.Bach e F. Mendelssohn, adaptados para a Orquestra de Flautas por Raquel Vaz e Bernhard Fuchs. 

Lutero foi o teólogo que traduziu a Bíblia para o alemão visando facilitar o acesso da população e também se tornou muito conhecido por suas músicas destinadas ao canto congregacional. Dentre elas, a mais famosa é Castelo Forte é Nosso Deus, que será apresentada no programa na versão Deus é Castelo Forte e Bom.  

 

Curso Internacional

 

O Curso Internacional de Flautistas de Bauru, na 3ª edição, é coordenado pelo maestro Juliano de Arruda Campos, professor do Conservatório de Tatuí (São Paulo) e por Lucas Martins Pedro, 1º flautista da Banda Sinfônica Municipal de Bauru e flautista solista da Orquestra Sinfônica Jovem de Lins. 

Os professores convidados em 2017 são Amália Tortajada, Katy Wherry e Julee Kim Walker. Amália, de Valência, na Espanha, foi recentemente agraciada pelo flautista Sir James Galway com o prêmio Rising Star, no “2015 Galway Flute Festival”, na cidade de Weggis, Suíça.

Katy Wherry está cursando mestrado em flauta, na Universidade do Colorado, em Boulder. Ela também dá aulas particulares e atua com diferentes grupos musicais em todo o Colorado, além de ter trabalhado como assistente de Sir James Galway e Lady Jeanne Galway. Atualmente, faz parte do staff internacional da flautista Marina Piccinini.

Katy foi vencedora de vários concursos nos Estados Unidos e  se apresenta com inúmeros grupos, dentre eles a Orquestra Sinfônica do Colorado.

Julee Kim Walker é professora assistente de Flauta na Texas A & M University-Commerce. Ela foi a ganhadora do Prêmio de professores distinguidos de Paul W. Barrus para o ensino superior, de 2016, e é procurada para masterclasses em todo o País. Ele atua regularmente com FlutAria! Trio, Dallas Opera, Sherman Symphony, South Arkansas Symphony, Abilene Philharmonic, The Dallas Winds e Lyric Stage. 

A Orquestra de Flautas da UEM participa do Curso Internacional de Flautistas de Bauru desde a criação do evento, e, neste ano, estará levando um programa de concertos para flauta onde serão contemplados os compositores barrocos Antonio Vivaldi, J.S.Bach e W.A. Mozart. 

Apresentará também Tango För Fyra de Björn Hagvall e Mourão, de Guerra Peixe. Deverá executar o concerto em Sol Maior, de Mozart, um dos mais belos já escritos para o instrumento, com uma das flautistas internacionais convidadas.