Tools

passaro imprensa 2

A atividade, promovida pela Biblioteca Setorial do Nupélia, é composta por peças de Isaias Matheus de Carvalho, aluno no Colégio Estadual do Jardim Independência, em Sarandi-PR

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais (PEA), da UEM, deu início à 20ª edição do Encontro de Pós-Graduandos em Ecologia de Ambientes Aquáticos (EPGPEA). Além de palestras e apresentação de trabalhos, na programação do evento, que foi aberto na segunda-feira, está a exposição A Parceria que Proporciona Voos de Conhecimento.

A mostra é promovida pela Biblioteca Setorial do Nupélia e traz 22 pinturas elaboradas por Isaias Matheus de Carvalho, aluno no Colégio Estadual do Jardim Independência, em Sarandi-PR. As peças foram desenvolvidas durante a disciplina de Recursos Multifuncional-Tipo I para Altas Habilidades/Superdotação, oferecida no contraturno das aulas do colégio. As pinturas apresentadas são subdivididas nas séries Natureza, Vislumbramento na Mulher e Psicodélico.

Segundo a bibliotecária setorial do Nupélia, Maria Salete Ribelatto Arita, a exposição é um reconhecimento ao bom aproveitamento do estudante da rede pública que, em 2013, participou de uma visita ao Nupélia. “Desenvolvemos este trabalho de socialização do conhecimento, utilizando uma linguagem mais acessível e métodos interativos aos estudantes do ensino fundamental”, explica.

De acordo com Rosana Paula dos Santos Mandadori, professora do Colégio Jardim Independência, o objetivo da visita era ampliar a visão de alunos do ensino fundamental sobre o universo científico, em especial no campo da biologia. Segundo a educadora, Isaias acabou demonstrando grande interesse pelas pesquisas na área da ecologia desenvolvidas pela UEM.

Durante a visita à biblioteca do Nupélia, em 2015, os alunos do Colégio Estadual do Jardim Independência receberam a obra AVES da planície alagável do alto rio Paraná, que foi lançado por pesquisadores do PEA. Mais tarde, a obra compartilhada pelos jovens estudantes serviu de base para a pesquisa amadora de Isaias. Em quase quatro anos, o aluno da rede pública se debruçou no reconhecimento de espécies de pássaros.

Munido de um caderno de anotações, uma câmera fotográfica e retrato artístico utilizando técnicas em pintura, o aspirante a biólogo identificou uma espécie de ave presente na obra doada pelo Nupélia. Através do projeto de socialização do conhecimento, ele aprendeu a catalogar diversas espécies da fauna e da flora, passando a registrar o ambiente sua volta. “A visita à universidade me ajudou a definir meu futuro. Meus planos é ser um biólogo formado pela UEM, e já estou me preparando para isso”, planeja.

A exposição com as obras do estudante estará aberta à visitação até quinta-feira (9), no 2º andar do Bloco G-90, das 9 às 17 horas. Para outras informações sobre as atividades do XX PEGPEA acesse www.pea.uem.br