Tools

calourada materia

Um grupo de ritmistas se apresentará na segunda-feira, dia 12. Semana de Integração segue até o dia 23 com outras atividades

Integrantes das baterias das Atléticas já estão aquecendo os tambores para recepcionar os calouros do câmpus sede da UEM (Universidade Estadual de Maringá) na próxima segunda-feira, dia 12, marcando o início do ano letivo da instituição. Quinze ritmistas de diversas baterias apresentarão uma performance no Palco Livre, ao lado do Restaurante Universitário, logo após as boas-vindas da Reitoria e do DCE (Diretório Central dos Estudantes). A programação terá início às 8h30 e se repetirá para os alunos dos cursos noturnos, a partir das 19h30.

A iniciativa é inédita e a proposta é levar um clima de alegria para a Semana de Integração: Calourada 2018, além de apresentar um pouco do trabalho que as baterias das Atléticas desenvolvem. O ano todo os integrantes ensaiam para aperfeiçoar as batidas e fazer bonito nos desafios regionais, competições esportivas e apresentações culturais que participam. A expectativa é agradar o público presente.

Programação

A Calourada 2018 segue até o dia 23 de março com uma programação que inclui apresentações culturais e várias oficinas como artes visuais, danças populares, Libras e Braile, entre outras. Também haverá vivencias corporais, rodas de conversa e palestras sobre diferentes temáticas. Os calouros ainda terão à disposição um serviço gratuito de testagem rápida de DST`s e a Feira de Economia Solidária.

Segundo os organizadores, a programação foi pensada de uma maneira que diferentes ações desenvolvidas na UEM tivessem representatividade. “O intuito é envolver e sensibilizar os novos alunos e veteranos para o compromisso coletivo de integração e respeito ao outro”, explica o diretor de graduação, John Kennedy Pereira de Castro.

Ele também destaca que todas as atividades da Calourada 2018 são gratuitas e abertas à comunidade interna e externa da UEM. As vagas para as oficinas, palestras e apresentações culturais serão destinadas, preferencialmente, os calouros. Havendo sobras de vagas, as inscrições serão abertas para os demais estudantes e comunidade acadêmica em geral. 

O diretor de Graduação também reforça que a Semana de Integração tem como objetivo coibir todas as formas de violência e descriminação, que são comuns nos trotes vexatórios. Assista ao vídeo produzido pela UEM TV, em parceria com o DCE, que aborda bem este assunto.

 

Trote Solidário

Respaldando essa proposta, a UEM incentiva a realização do trote solidário como um ritual de passagem para o nível superior de ensino com envolvimento de calouros e veteranos que, juntos, se dediquem a alguma ação em benefício a uma causa social.

Tradicionalmente há uma concurso para premiar as iniciativas mais expressivas. Neste ano, uma comissão julgadora irá eleger os cinco melhores trotes solidários, que receberão uma premiação em dinheiro. 

“É uma forma de incentivar a prática”, atesta a pró-reitora de Ensino, Ana Obara, lembrando que as atividades deverão ser desenvolvidas durante o primeiro mês de aula. Ainda segundo a pró-reitora, é necessário que cada atividade seja devidamente registrada. O edital com as regras de participação no concurso está disponível no site www.uem.br/calourada/. Na página também é possível acessar toda a programação do evento.

 A Semana de Integração também conta a veiculação de vídeos de apresentação da Universidade. Assista ao primeiro da série: