Tools

2018 03 20O Processo de Hurbanizacao nas Cidades Joao Sette Whitaker Ferreira 20032018 MG 5283

João Sette Whitaker Ferreira ministrou a aula inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo da UEM

Durante a aula inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo da UEM (Universidade Estadual de Maringá), o professor da USP (Universidade de São Paulo), João Sette Whitaker Ferreira, falou sobre o Processo de Urbanização no Brasil e o Papel dos Arquitetos e Urbanistas. O encontro foi realizado hoje (20), com início às 14 horas, no auditório do Bloco C-67.

Para entender a urbanização no Brasil, o arquiteto e urbanista explicou como o mesmo processo ocorreu de forma completamente diferente na Europa. Segundo ele, as cidades europeias surgiram com uma lógica do consumo de massa. Isso quer dizer que o objetivo era concentrar o maior número de pessoas em menor espaço para que a infraestrutura básica pudesse atender a todos.

Já no Brasil, a lógica foi exatamente oposta. E isso se deve, entre outros fatores, ao modo de colonização dos territórios. Na Europa, a colonização foi de ocupação, enquanto no Brasil o processo teve como objetivo a exploração. Por isso, não se pensou, inicialmente, em desenvolver uma rede de infraestrutura de permanência. “Não havia a preocupação de se fixar uma sociedade”, explicou.

Quando houve a necessidade de fixação no país, o padrão adotado foi a construção de minicentros semelhantes aos das cidades europeias, mas sem a estratégia de massa adotada do outro lado do oceano. Estes centros eram habitados por poucos, e a grande massa foi empurrada para longe. Assim, a infraestrutura teve origem para atender a esta elite, enquanto a massa afastada não usufruía dos benefícios.

Essa lógica permanece até os dias atuais, o que gera grandes desigualdades e prejudica a sociedade em vários setores. “As cidades brasileiras não funcionam”, afirmou João Sette.

2018 03 20O Processo de Hurbanizacao nas Cidades Joao Sette Whitaker Ferreira 20032018 MG 5296

O professor fez uma crítica à carreira que os formandos buscam. Segundo ele, a maioria ocupa posições em arquitetura de alto padrão ou pública, enquanto a habitação social tem poucos adeptos. Os novos profissionais devem pensar no papel da profissão, pois há muito campo de trabalho para que estes problemas sociais sejam solucionados de forma sustentável.

Sobre o palestrante

2018 03 20O Processo de Hurbanizacao nas Cidades Joao Sette Whitaker Ferreira 20032018 MG 5227

João Sette Whitaker é arquiteto e urbanista, doutor em Urbanismo pela FAU-USP e pesquisador do LabHab - Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos. Atuou como professor visitante em diversas universidades europeias. Também foi secretário de Habitação da cidade de São Paulo na gestão do prefeito Fernando Haddad.