Tools

Foto7

Dois avaliadores de Brasília estiveram no auditório do HUM com representantes da UEM

O auditório da Unidade de Psicologia Aplicada (UPA) recebeu, hoje (2), a comissão avaliadora do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde, que é vinculado ao Ministério da Saúde (MS). O grupo veio conhecer de perto a dinâmica da disciplina interprofissional, oferecida pelo Centro de Ciências da Saúde (CCS), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), que utiliza a estrutura do complexo de saúde da UEM, do qual faz parte o Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM).

O Laboratório de Inovação em Educação na Saúde está em busca de experiências inovadoras em Educação Permanente em Saúde, que serão sistematizadas e publicadas na série técnica da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e do Ministério da Saúde, intitulada NavegadorSUS, e amplamente divulgadas em eventos do setor saúde e nos veículos de comunicação das instituições parceiras.

O projeto é dividido em três etapas: a primeira que aconteceu em novembro de 2017, foi uma chamada pública para captação de experiências via edital; na segunda etapa, 45 experiências foram convocadas a participar de um seminário, em Brasília, realizado entre 6 a 8 de março deste ano; a partir do seminário, a comissão de avaliação do Laboratório de Inovação selecionou 31 práticas para serem visitadas no território, com o objetivo de conhecer em profundidade a experiência em Educação Permanente.

As visitas têm o objetivo de identificar, valorizar e dar visibilidade às experiências inovadoras dos territórios no âmbito da Educação Permanente em Saúde que contribuem para a melhoria do processo de trabalho em saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) e assim, para o atendimento mais qualificado das necessidades de saúde da população. Elas serão registradas com fotos e por relatório padronizado. Um instrumento avaliativo será utilizado para cada experiência com análise de cinco pontos: institucionalidade, sustentabilidade, elementos da EPS, replicabilidade em outros contextos e caráter inovador.

Foto3

A INICIATIVA DA UEM – Aqui na Universidade a iniciativa tem a coordenação da psicóloga da Diretoria de Assuntos Comunitários da UEM, Rozilda das Neves Alves, que estruturou a disciplina Atenção em Saúde, a partir de uma solicitação do PET Pró Saúde. A psicóloga trabalhou em conjunto com a professora do curso de Farmácia da UEM, Adriana Albieiro. Hoje, a coordenação das aulas está sob a responsabilidade da professora da Enfermagem, Ana Paula Olivo, e o supervisor da enfermaria de pediatria do HUM, doutor Edson Arpini Miguel, atua como coordenador pedagógico.

Informações sobre a disciplina, que já é oferecida há três anos para os cursos da área da saúde da UEM e para a psicologia, foram encaminhada para o Laboratório de Inovações de Educação em Saúde do MS, que funciona em parceira com o Conselho Nacional de Saúde (Conas), Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems) e a Opas. Hoje, alunos, professores e representantes da Secretaria Municipal de Saúde, que apoia a disciplina oferecida na UEM, conversaram com os avaliadores, Carlos José Moreno e Bruno Costa, para apresentar detalhes sobre a dinâmica, a importância e os resultados das aulas que são oferecidas em grupos interprofissionais; isto é, reunindo alunos dos diferentes cursos da UEM que atuam na área da saúde.