Tools

IMG 20180326 WA0006 1

Evento terá diferentes abordagens sobre o assunto, com a participação de pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento

As diferentes abordagens sobre a questão da violência sexual infantil e na adolescência serão o foco de um curso de extensão, aberto a estudantes e profissionais interessados, a ser ministrado a partir do dia 26 de maio, no anfiteatro da  Faculdade Metropolitana de Maringá (Unifamma)..

O curso "Violência sexual infantil e na adolescência: atuações pedagógicas e psicológicas" está com inscrições abertas, por meio do link, e vai ter vários pesquisadores como ministrantes, da Psicologia ao Direito. Eles abordarão temas como o desafio da autoproteção, a escuta psicológica, as propostas pedagógicas, e a atuação em clínica sobre casos de violência sexual contra crianças e adolescentes.

Devido à grande procura pelo curso, as aulas, antes previstas para o anfiteatro do bloco II-12, câmpus da UEM, foram transferidas para o principal anfiteatro da Unifamma, à avenida  Advogado Horácio Racanello Filho, número 5000, Novo Centro. O curso ocorrerá de 26 de maio a 30 de junho, das 8 às 12 horas. Os interessados podem se inscrever no site. Estudantes pagam R$ 30,00 e profissionais R$ 45,00.

O curso é promovido pelo Núcleo de Pesquisas e Estudos em Diversidade Sexual (Nudisex), é composto por educadores, estudantes de diversas áreas do conhecimento interessados em discutir questões de diversidade sexual. 

O Nudisex estuda e estimula a reflexão sobre questões relacionadas à sexualidade, a partir do ponto de vista de diversas áreas do conhecimento, considerando especificamente os aspectos da diversidade sexual, dos direitos da sexualidade e as discussões destes temas nas escolas.

O grupo está registrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), sob coordenação da professora Eliane Rose Maio, do DTP, e Crishna Correa, do Departamento de Direito Público (DDP), da UEM. O fone para contato é 44 3011-5104. 

O Programa de Pós-Graduação em Educação (PPE), da UEM; a Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc); e o Conselho Regional de Psicologia são apoiadores do evento. Outras informações no site.