Tools

nel

Ex-deputado federal e ex-diretor de Meio Ambiente da Itaipu Binacional, Nelton Friedrich visitou o Núcleo de Agroecologia e o mestrado em Agroecologia

Para o ex-diretor de Meio Ambiente da Itaipu Binacional, o ex-deputado federal Nelton Friedrich (PDT), dar escala às iniciativas de sucesso, como as desenvolvidas ou apoiadas pelo Núcleo de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável (Nads), da Universidade Estadual de Maringá, é uma forma de resolver a crise planetária de meio ambiente, fazendo "o atalho e obtendo o retorno imediato".

Ele citou como exemplo a Naturingá, uma associação de agricultores e consumidores que, organizados e sem intermediários, fazem com que os alimentos orgânicos saudáveis, produzidos sem agroquímicos ou agrotóxicos, cheguem à mesa do consumidor. A origem dos alimentos vem dos agricultores familiares que vivem do trabalho e fazem da agricultura o seu meio de vida, além de integrar as pessoas à natureza, mesmo vivendo na cidade.

Nelton esteve na UEM, na semana passada, e visitou as instalações do Nads, recebeu informações sobre o trabalho feito pelo Núcleo, e ainda conheceu o Programa de Pós-Graduação em Agroecologia, mestrado profissional (MPA).

Segundo o ex-diretor da Itaipu, os valores são os grandes ganhos que a humanidade pode cultivar, como o cuidado, a prevenção e a correção.

"É preciso cuidar do que se bebe, do que se respira e do que se consome", alertou Nelton, para quem a previsão de elevação da temperatura do planeta em 2 graus Celsius nos próximos 50 anos pode ser catastrófica. Na opinião dele, o ideal é que este aumento fosse de 1,5 graus, uma vez que as adaptações são possíveis.

De acordo com Nelton, ao dar escala às iniciativas locais você acaba mudando o rumo, evitando uma tragédia maior ao meio ambiente.

Uma das práticas passíveis de escala, conforme ele, é a política de reuso da água. Durante 13 anos, enquanto foi diretor de Meio Ambiente de Itaipu, idealizou e pôs em pratica o Programa Cultivando Água Boa (CAB), premiado internacionalmente, inclusive pela Organização das Nações Unidas (ONU).

2018 05 03 Nelton Friedrich MG 8232

Premiado com o Water for Life da ONU-Água como melhor prática de gestão dos recursos hídricos (categoria 1) em 2015, o CAB é um movimento de participação comunitária permanente, em que a Itaipu, além de mitigar e corrigir passivos ambientais, trabalha com a sociedade para mudar os seus valores.

Esta mudança ocorre por meio de um amplo processo de sensibilização, informação e capacitação formal e informal feito em diversas ações de Educação Ambiental, de forma a procurar a mudança dos modos de produção e consumo, viabilizando assim um futuro sustentável para as comunidades do entorno. 

O Programa conseguiu recuperar 217 microbacias em 12 anos. A metodologia aplicada no Cultivando Água Boa está disponível para qualquer laboratório brasileiro interessado.

Nelton, que foi deputado federal constituinte de 1998, ajudando a elaborar a Carta Magna em vigência, se ocupa atualmente de ajudar a construir os observatórios de implantação ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), agenda global estabelecida pelas Nações Unidas composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030.