Tools

2018 05 15 Manejo de Parques MG 9368

O documento deverá ser finalizado até agosto de 2019 após aprovação do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Maringá

A Secretaria de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) firmou nesta terça, 15, parceria com o Nupélia (Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura) para atualização do Plano de Manejo do Parque do Ingá. O documento deverá ser finalizado até agosto de 2019 após aprovação do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Maringá (Comdema).

O Nupélia realizará as análises dos parâmetros físicos e químicos dos lagos e das comunidades aquáticas, além do levantamento florístico de espécies nativas e exóticas, contribuindo dessa forma para estratégias de manejo, visando a conservação da vegetação nativa.

Elaborado a partir de diversos estudos com diagnósticos do meio físico, biológico e social, o plano de manejo também estabelecerá normas e restrições de uso, manejo dos recurso naturais, entre outras ações. O documento será elaborado de forma participativa, e em consulta pública, por equipe multidisciplinar integrada por pesquisadores, professores e técnicos das instituições de ensino superior.

Inaugurado em outubro de 1971 e declarado como Área de Proteção Permanente, em 1991, o Parque do Ingá possui 474.300 metros quadrados de mata remanescente da Mata Atlântica. Em janeiro de 2017, a área foi definida como uma Unidade de Conservação na categoria de Área de Relevante Interesse Ecológico, depois da sanção pelo prefeito Ulisses Maia da lei 10.353 de autoria do vereador Humberto Henrique.

Com a nova classificação o Parque do Ingá se posiciona como uma Unidade de Conservação dentro das categorias de Uso Sustentável no Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). Esta mudança regula o uso admissível da área, de modo a compatibilizá-lo com os objetivos de conservação da natureza, mas mantendo todas atividades histórias constituídas no Parque do Ingá.

A parceria permitirá que o Nupélia, um dos maiores centros internacionalmente reconhecidos no meio científico no manejo de águas doces, auxilie no documento que estabelecerá todas as ações para revitalizar os lagos e a flora do Parque do Ingá.

* Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maringá