Tools

feminismo negro 20180725 1242605555

Debates seguem até 26 de julho e exposição pode ser visitada na BCE até dia 30

As diversas formas de genocídio da mulher negra é o tema central do V Colóquio de Feminismo Negro que começou nesta terça-feira, dia 24 de julho, no Bloco I12, na UEM (Universidade Estadual de Maringá). O primeiro dia do evento reuniu mais de 200 pessoas e contou com a apresentação cultural do Baque Mulher de Maringá e a mesa-redonda com a antropóloga mestranda Isadora de Assis Bandeira (UFSC) e a transfeminista Nicole Machado (UNILA/Foz).

Entre as ações do evento, que é organizado pelo Neiab (Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-brasileiros), está a exposição As Várias Formas de Genocídio da Mulher Negra: homenagem à Marielle Franco, aberta à visitação na BCE (Biblioteca Central dos Estudantes) até 30 de julho. Acompanhe a programação completa no site do Colóquio.

Veja a galeria de fotos.

uem tv