Tools

14141571 612649552243061 8436586617267291433 n

Além de Victória, as mulheres foram as primeiras colocadas nos outros quatro cursos mais concorridos

A estudante Victória Vignotti Sabino, aprovada em primeiro lugar no curso de Medicina, é a primeira colocada geral no Vestibular de Inverno 2018, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), conforme resultado do concurso divulgado na manhã desta quinta-feira (30).

Moradora em Marialva, Victória, 19 anos, fazia curso pré-vestibular em Maringá há dois anos e meio. A estudante atingiu 577 pontos no escore, o maior entre todos os quase 16 mil concorrentes.

Ela vai fazer 20 anos no próximo dia 16 de novembro. Terminou o ensino médio com apenas 17 anos. Não sabe ao certo, mas imagina ter prestado em torno de oito vestibulares, dois para Odontologia e o restante para Medicina.

Desta vez, Victória (foto) fez o concurso apenas na UEM. Ela já havia sido aprovada em Medicina, no ano passado, na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e no Centro Universitário de Maringá (Unicesumar). 

A estudante ainda não sabe qual a especialidade da área médica que deverá seguir após terminar a graduação. Tem simpatia pela pediatria, gastroenterologia e cirurgia geral. 

15241223 662450653929617 6958559142286747193 n

Estudava em média de 10 a 12 horas. "Mas, nada tão exagerado", brinca. As horas de estudo, na verdade, se resumiram ao tempo em que freqüentava o cursinho, nos períodos da manhã e à tarde. Quando precisava, Victória estudava à noite em casa. Porém, nem sempre de estudos se resume a vida dela, mesmo nos momentos de mais dedicação ao Vestibular. Victória gosta de ler e cozinhar, principalmente doces. Questionada se apenas preparava, ela, rindo muito, responde que também comia bastante os doces.

Dos 10 melhores pontuados no concurso, 9 são de Medicina. A exceção é Ana Luisa Steinmacher Batista, a 9ª melhor classificada, com escore de 550 pontos, aprovada em primeiro lugar no curso de Direito (matutino).

Vale dizer, ainda, que dos melhores pontuados em cada um dos cinco cursos mais concorridos, todas são mulheres. Além de Victoria Vignotti Sabino (Medicina) e Ana Luisa Steinmacher Batista (Direito), estão nesta lista Luana Bernardinelli Lopes, com 424 pontos (Odontologia); Maria Vitória Silva Machado, 433 pontos (Arquitetura e Urbanismo); e Isadora Luiza Bérgamo, 458 pontos (Psicologia).

Nesta primeira chamada, estão sendo convocados 1.492 aprovados no limite das vagas, incluindo os 1.205 classificados não cotistas e 287 cotistas.

As listas estarão disponíveis para consulta pública em www.vestibular.uem.br e mostram o desempenho individual em cada prova, o escore final, a classificação e a situação final do candidato (aprovado, lista de espera ou reprovado). 

O candidato poderá consultar o seu desempenho nas provas acessando, também, o Menu do Candidato. As informações sobre  desempenho individual dos candidatos estão disponíveis a partir de hoje (30) até o próximo dia 30 de setembro. A UEM não envia correspondência ao candidato informando o desempenho nas provas. 

As matrículas dos aprovados serão feitas nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro de 2019, juntamente com as matrículas dos candidatos aprovados no Vestibular de Verão 2018. A data de início das aulas será definida posteriormente. Outras informações no www.cvu.uem.br ou telefone (44) 3011-4450.

Quase 16 mil

O Vestibular de Inverno 2018 ocorreu de 22 a 24 de julho último, com a participação de quase 16 mil candidatos, a maioria oriundos dos estados do Paraná (71,63%) e São Paulo (17,78%).

Além de publicar a lista dos candidatos aprovados no limite das vagas (primeira chamada), respeitando-se o sistema de cotas sociais, em ordem decrescente de escore final, o resultado de hoje reúne o listão geral com todos os candidatos inscritos (aprovados, classificados e reprovados), em ordem alfabética e lista em ordem decrescente de escore final.

Também foi divulgada a lista dos cotistas, na qual aparecem os nomes dos que optaram pelo ingresso via cotas sociais, em ordem decrescente de escore final. O nome de candidato aprovado/classificado seguido de asterisco indicará que ocorreu empate pelo escore final e o desempate atendeu ao critério da menor renda familiar bruta (conforme letra a do item 9.10 do Edital n.º 011/2018-CVU/Comissão do Vestibular Unificado). 

Os aprovados, submetidos a este critério, devem obrigatoriamente comprovar a renda familiar bruta no ato da matrícula, conforme instruções no Manual do Candidato, sob pena de, não o fazendo, perderem o direito à vaga. 

 

uem tv