Tools

bandeiras

Proposta é ajudar o imigrante a eliminar barreira cultural e lingüística e possa ter melhor condição de ingresso no mercado de trabalho

Em funcionamento desde agosto de 2017, o projeto de extensão "Português para estrangeiros: uma proposta acolhedora" deverá abrir novas turmas em 2019 na Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Por meio do projeto, a instituição oferece curso de Língua portuguesa para estrangeiros refugiados que estão chegando a Maringá e região metropolitana e necessitam aprender a língua para se integrarem à sociedade e à nossa cultura, além de se comunicarem em práticas cotidianas.

Luciana Di Raimo

Desde junho último, o projeto está sob a coordenação da professora  Luciana Dias Di Raimo (foto), do Departamento de Língua Portuguesa (DLP). Ela, que substituiu o professor Weslei Cândido na função, tem a parceria da professora Neiva Maria Jung. 

O curso conta com quatro turmas em atividade. Duas funcionam à noite, no Bloco G-34, sendo uma com aulas para iniciantes, na sala 210, e outras com aulas para o nível intermediário, na sala 202, às terças e quintas-feiras, das 19h30 às 21 horas. 

Também há uma turma à tarde, no bloco G-34, na sala 210, com aulas às terças e quintas-feiras, das 13h30 às 15 horas. A quarta turma, de manhã, no bloco C-23, tem atividades na sala 102, das 9 às 11 horas.

As aulas são ministrados por alunos(as) do curso de Letras e também mestrandas do Programa de Pós-Graduação em Letras (PLE).