Tools

44987000 2002303013141777 3943011583839436800 n capa

A terceira edição do evento terá venda de produtos, oficinas, clube de troca, arte e muito mais

A terceira edição da Feira de Economia Solidária da UEM (Universidade Estadual de Maringá) ocorre entre os dias 12 e 14 de novembro, no estacionamento do Bloco C-34, câmpus sede da instituição, das 8 às 18 horas. Está prevista a participação de cerca de 15 empreendimentos, além de oficineiros, clube de troca, coleta de lixo eletrônico, atrações artísticas, exposições de arte e roda de conversa.

A Feira é organizada pelo Projeto Quitutes e Belezuras e Incubadora UniTrabalho como atividade do evento Transversal Views of Work in Agriculture. A feira oferece acesso ao trabalho e geração de renda principalmente aos empreendimentos econômicos solidários, além de proporcionar também a possibilidade de estreitar os laços entre a comunidade acadêmica e externa, a partir da integração e trocas de saberes.

Constituindo-se como um patrimônio imaterial da cidade e região, a Feira de Economia Solidária propicia a organização coletiva e horizontal, e estimula a articulação de Redes entre os empreendimentos, estudantes, entidades de apoio e comunidade, divulgando uma outra forma de fazer economia, com novos conceitos e ações. Oferece e estimula o acesso à cultura de forma gratuita, além de um atrativo turístico através da Cultura Regional.

IMG 0505

Haverá uma variada oferta de produtos que serão comercializados pelos empreendimentos de economia solidária e de economia consciente, como alimentos saudáveis (produtos agroecológicos, orgânicos, veganos e livres de transgênicos), bebidas, cosméticos naturais, roupas, acessórios e artesanato. De modo geral, todos os produtos integram o princípio da sustentabilidade e a comercialização a favor da solidariedade.

Para além da comercialização de produtos, os visitantes da feira poderão participar ativamente do evento a partir do Clube de Trocas, que consiste na troca de objetos de uso pessoal como livros, roupas, calçados, acessórios (ou até mesmo saberes ou serviços) entre si, basta levar o material ainda em bom estado de uso e dispô-lo no local. No Clube de Trocas, não há trocas monetárias, e o valor dos objetos trocados é estabelecido na hora da troca. Uma terceira opção para os visitantes adquirirem produtos na feira é o Brechó, que vende roupas usadas em bom estado a preços populares.

As oficinas oferecidas são voltadas à alimentação saudável e plantas medicinais, já a roda de conversa trará o tema “Trabalho no Campo”, que incluem assuntos como a condições de trabalho no campo e suas interfaces. A mediação da roda ficará a cargo da Professora Maria Nezilda Culti (economista, professora aposentada da UEM, ex-coordenadora da Incubadora UniTrabalho/UEM e integrante do Conselho Nacional de Economia Solidária).

A Economia Solidária transcende a simples geração de renda e alcança outros âmbitos fundamentais à vida, como a sociabilização, o contato com a sustentabilidade e comércio justo, a diversidade e com a arte. Por tal razão, a feira contará com a participação de artistas das mais diversas áreas, trazendo exposições, performances, fotografias e músicas a partir de exposições artísticas, fotográficas e apresentações culturais.

Serviço:

Data: 12, 13 e 14 de novembro de 2018.

Horário: das 8:00 às 18:00.

Local: No estacionamento do Bloco C-34.

44987000 2002303013141777 3943011583839436800 n