Tools

IMG 4930

O diabetes é uma doença silenciosa que precisa ser divulgada para ser combatida

Cerca de 100 pessoas participaram do evento que marcou o Dia Mundial do Diabetes. O Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) e entidades parceiras da área da saúde promoveram uma grande mobilização, no último sábado, 10 de novembro, no Parque do Ingá.

O Dia Mundial do Diabetes é celebrado no dia 14 de novembro. A Campanha foi criada em 1991, pela Federação Internacional do Diabetes, em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo. O Brasil é o quarto país com mais casos de diabetes no mundo e mais: está aumentando os registros da doença entre crianças menores de cinco anos. Esta estatística levou as autoridades de saúde a inserirem o diabetes entre as doenças que são combatidas no Novembro Azul.

colcagem diabetes

Programação – Aqui em Maringá, servidores do Hospital Universitário, alunos de medicina, de enfermagem, educação física e nutrição se uniram aos médicos endocrinologista do HUM e professores do curso de medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Wilson Eik Filho, Adriana Beletato e Mirian Takahashi, e foram às ruas levar informação à comunidade. “Isso é importante porque, de cada duas pessoas que têm diabetes, uma não sabe”, alertou o doutor Wilson.

A mobilização começou com um aquecimento e uma caminhada que deu a volta no Parque do Ingá. O grupo foi acompanhado da ambulância da UEM e do grupo da Secretaria de Mobilidade Urbana da Prefeitura.

Depois, as pessoas puderam se candidatar para fazer aferição de pressão, peso, altura e glicemia; além de receber orientação sobre nutrição e atividade física. “Esse ano também aplicamos um questionário por meio do qual pudemos avaliar o nível de risco que uma pessoa tem de se tornar diabética”, explicou a doutora Mirian Takahashi.

IMG 5044

A garotada teve programação especial, mas cheia de informação. Os Médicos da Graça apresentara a peça Tia Bete, ou “diabetes”, para meninada (foto acima). A encenação teve resultado, a garotada respondeu bem aos ensinamentos dos clowns. “Além do teatro, foram sorteados vários prêmios para as crianças e os adultos”, destacou a endocrinologista Adriana Beletato.

“Ano que vem tem mais e esperamos mais pessoas participando. O diabetes é uma doença silenciosa que precisa ser divulgada para ser combatida”, concluiu o doutor Wilson Eik Filho.

Parceiros – O evento do Dia do Diabetes foi organizado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia; pela Sociedade Brasileira de Diabetes; pelo Ambulatório, pela Assessoria de Ensino, Pesquisa e Extensão, e pelo setor de Nutrição do HUM; pela Liga de Endocrinologia de Maringá (Lema); pelos departamentos de Medicina (DMD) e Educação Física da UEM; pelos cursos de Medicina e Nutrição, e pela Liga de Endocrinologia do UniCesumar.