Tools

IMG 5735

Programas de residência já formou quase 300 médicos

Vinte e três alunos dos cursos de residência médica, do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), participaram da cerimônia de formatura da Turma 2019, realizada sábado (2), às 20h30, no Auditório do Hospital. A organização do evento foi do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Estadual de Maringá (UEM), por meio do Departamento de Medicina (DMD) e da Comissão de Residência Médica (Coreme).

Os certificados foram entregues aos alunos pelos preceptores responsáveis pelas diferentes especialidades da residência do HUM: anestesiologia, Orlando Carlos Gomes; cirurgia geral, doutor Orlando Ribeiro Prado Filho; clínica médica, Sérgio Yamada; obstetrícia e ginecologia, Márcia Constantino Colli; pediatria, Ana Gabriela Strang; psiquiatria, Mauro Porcu; e reumatologia, Paulo Roberto Donadio. A formanda em medicina intensiva pediátrica recebeu o certificado das mãos do anfitrião da cerimônia, o coordenador geral da Coreme, César Orlando Peralta Bandeira.

IMG 5756

A mesa diretora da formatura foi composta, além do doutor Bandeira, pelo vice-reitor da UEM, Ricardo Dias Silva; pelo pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Clóves Cabreira Jobim; pelo chefe do Departamento de Medicina e representante, na ocasião, do diretor do Centro de Ciências da Saúde, professor Carlos Edmundo Rodrigues Fontes; pelo superintendente do HUM, doutor Vicente Kira; pelo coordenador do mestrado profissional em Gestão, Tecnologia e Inovação em Urgência e Emergência, professor William César Cavazana; pelo coordenador do curso de Medicina, professor Roberto Zonato Esteves; pelo representante do Conselho Regional de Medicina, Márcio de Carvalho; e pelo presidente da Sociedade Médica de Maringá, doutor Kazumichi Koga.

O coordenador do Coreme disse, emocionado, que estava, mais uma vez, feliz de saber que está colocando no mundo da medicina profissionais de altíssima qualidade. Deu um exemplo de como ele espera que os novos especialistas se comportem em suas funções. Lembrou de um episódio em que um interno disse que a responsável pela UTI pediátrica do HUM visita todos os pacientes que deixam a Unidade intensiva, diariamente, até a alta. “O residente me disse, os pacientes deixam a UTI, mas ela não deixa os pacientes. É com este espírito que eu gostaria que vocês cumprissem a nossa missão de médicos”, pediu o doutor Bandeira.

IMG 5806

Em seguida, o orador dos formandos, Daniel Lopes Aires, agradeceu aos preceptores, aos internos e aos colegas. Disse que todos ajudaram nesta caminhada de especialização e pediu que ninguém deixe de lutar pela UEM. “A UEM não vai embora e precisamos fazer com que ela tenha condições de continuar formando profissionais de qualidade”, destacou o mais novo especialista em pediatria, da residência do HUM/DMD.

O vice-reitor da UEM, Ricardo Dias Silva, reforçou o discurso de Daniel. Disse que a universidade pública, que produz conhecimento e tecnologia no Brasil, precisa de ajuda. “Perdemos muito, nos últimos anos, não só em recursos, mas em credibilidade. E vivemos um período sombrio. Precisamos defender a universidade pública, precisamos defender a UEM e o HUM. A UEM não vai embora, como disse o Daniel. Para isso, precisamos do comprometimento de cada um, de cada profissional que formamos”, concluiu o professor Ricardo.

A solenidade de formatura ainda contou com a atuação do Grupo Ministério e Comunicação, da Igreja Adventista, e do pianista Demilson Silva.