Tools

51558790 372527959965526 7603548082063540224 n

A atividade terá início às 9 horas, na sala dos Conselhos Superiores

A UEM (Universidade Estadual de Maringá) recebe, nesta quinta-feira (7), os seis novos alunos indígenas que estão ingressando na instituição através  do XVIII Vestibular dos Povos Indígenas. Uma programação especial está sendo preparada para recepção e acolhimento desses novos alunos que virão na Universidade para fazer seu Registro Acadêmico.

A recepção terá início às 9 horas na sala dos Conselhos Superiores, no bloco da Reitoria. Além das boas-vindas aos calouros indígenas, haverá apresentação dos programas e projetos que a UEM oferece e que poderão auxiliá-los ao longo da vida acadêmica. A Pró-Reitoria de Ensino, a Comissão Universidade para os Índios (Cuia) e a Associação dos Universitários Indígenas da UEM estão envolvidos com essa atividade.

A intenção também é orientar os estudantes na escolha definitiva da graduação, já que ao se inscreverem no Vestibular eles apenas apontaram o curso pretendido. Segundo Paula Marçal, uma das coordenadoras da Cuia na UEM, neste processo seletivo os cursos indicados pelos aprovados são história, psicologia, medicina e odontologia. Ela explica que os coordenadores foram convidados a participar da recepção para apresentar a graduação.

Na UEM cada curso oferece duas vagas suplementares destinadas a esse processo seletivo. Elas vão  sendo preenchida à medida que os candidatos fazem suas escolhas, por ordem de colocação.

A Associação dos Universitários Indígenas UEM criou um evento no facebook convidando todos os alunos indígenas da instituição a participarem da recepção e acolhimento. Segundo informações da entidade, atualmente a UEM é a universidade do Paraná com mais estudantes indígenas, totalizando 60 agora em  2019.