Tools

2019 03 11 ECI Calorada MG 2531

Atividade marcou a abertura oficial da Calourada, preparada para recepcionar os novos alunos; veja as fotos do evento

Os novos alunos da Universidade Estadual de Maringá tiveram, na manhã desta segunda-feira (11), durante a abertura oficial da Semana de Integração: Calourada 2019, no auditório do Dacese, uma apresentação sobre a política institucional da UEM, especialmente nas áreas de ensino, pesquisa e extensão e também na internacionalização.

A cerimônia teve a participação de representantes da administração central e de diversos docentes. A professora Aline Priscila Brancalhão Zuge falou sobre o programa Paraná fala inglês, enquanto a professora Cristina Mott Fernandes, chefe do Instituto de Línguas, fez uma explanação sobre o ILG e o programa Idioma Sem Fronteiras. Já, a professora kiyomi Kimura Fugie, coordenadora do IEJ, discorreu a respeito dos cursos do Instituto.

Assessoria do Escritório de Cooperação Internacional, a professora Sandra Schiavi falou sobre o ECI e a internacionalização na graduação.

Segundo ela "foi importante fazer a integração entre internacionalização e idiomas, pois a falta de domínio da língua estrangeira tem sido um importante entrave para a internacionalização na UEM". Por isso, Sandra enfatizou a importância dos programas que dão suporte à internacionalização por meio do ensino de idiomas.

A assessora deixou também o recado sobre o processo de internacionalização mais amplo, que vai além da mobilidade acadêmica, além da importância dos alunos se atentarem para a internacionalização como uma possibilidade de crescimento pessoal e profissional, permitindo uma formação de melhor qualidade e que se tornem mais competitivos no mercado de trabalho. 

Mas, além disso, conforme ela, isso "contribui no aspecto social e humano da formação do cidadão, favorecendo a tolerância, o respeito e solidariedade por meio das relações interculturais vividas nesse processo de internacionalização (contato com pessoas de diferentes culturas, religiões, etc)".

A pró-reitora de Extensão e Cultura, Débora de Melo Sant’Anna, falou sobre a Universidade e o tripé ensino, pesquisa e extensão. A diretora de Assuntos Comunitários, Telma Maranho, discorreu a respeito das oportunidades de bolsas e estágios.

Às 19h30, também no Dacese, ocorrerá a solenidade de abertura oficial da Calourada para os alunos do período noturno. Estas cerimônias estavam agendadas para a última sexta-feira (8), mas foram transferidas para esta segunda-feira por causa das chuvas.

Concurso

Para amanhã (12), as atividades da Calourada prevêem testagem DST e coleta de sangue, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. Também haverá Roda de Conversa com o Coletivo Yalode-Badá, das 13h30 às 15h30, e com Nudisex e Coletivo Trans, das 15h30 às 17h30. Por fim, das 19h30 às 21 horas, atividades organizadas pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE). O local de todas estas atividades será na tenda ao lado do Restaurante Universitário (RU).

A "Semana de Integração: calourada 2019", cujo objetivo é recepcionar os novos alunos da UEM, reúne uma série de atividades a serem desenvolvidas no câmpus sede e nos câmpus regionais, até o dia 15 de março, envolvendo rodas de conversas, palestras, apresentação dos programas e projetos institucionais da Universidade, trilha ecológica cultural, coleta de sangue, palestras e uma aula magna.

A UEM sempre vai repudiar o trote violento que causa constrangimento físico ou psicológico às pessoas. Por isso, quem se sentir vítima deste tipo de atitude poderá entrar em contato com o disk-trote por meio do 0800 6434278. 

Como fez nos anos anteriores, a instituição está promovendo um concurso para premiar os melhores trotes solidários dos cursos. O edital com as regras está disponível no site da Calourada.

A organização da Calourada é da UEM, por meio das pró-reitorias de Ensino (PEN), Extensão e Cultura (PEC), Assessoria de Comunicação Social (ASC), Unitrabalho (Fundação Universitária de Estudos e Pesquisas sobre o Trabalho) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE).