biotecnologia e bioprocessos

Trata-se da pós-graduação em biotecnologia e bioprocessos, com inscrição até o final de abril

Estão abertas, na Universidade Estadual de Maringá (UEM), as inscrições para o curso de especialização em Biotecnologia e Bioprocessos (turma 4), na modalidade a distância, oferecido pelo Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Ambiental (PBA) da UEM.

Sob a coordenação do professor João Alencar Pamphile, o curso é direcionado a profissionais das áreas de Agronomia, Zootecnia, Ciências Biológicas, Farmácia, Tecnologia de Alimentos, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção, Veterinária, Química, Engenharia Química e áreas afins.

Segundo o site do Conselho de Informações sobre Biotecnologia (CiB), a biotecnologia é um conjunto de técnicas que envolvem a manipulação de organismos vivos para modificação de produtos. A palavra tem origem grega: “bio” significa vida, “tecnos” remete a técnica e “logos” quer dizer “conhecimento”.

Quando se trata da biotecnologia clássica, nos referimos ao uso de microrganismos como agentes fermentadores para a produção de queijos, pães, cervejas e vinhos.

Com a evolução dos conhecimentos sobre genética, microbiologia e biologia molecular, a biotecnologia também avançou. Além do uso dos microrganismos como vetores de modificações, os pesquisadores passaram a poder interferir de forma controlada e intencional no DNA (ácido desoxirribonucleico) das espécies.

Hoje é possível desenvolver novas variedades de plantas com diferentes características genéticas de maneira muito precisa. Assim, são produzidos organismos geneticamente modificados (OGM) com o objetivo de enfrentar diversos desafios, como suprir a crescente demanda global por alimentos.

De acordo com a organização do curso, a biotecnologia se constitui, na atualidade, em uma área de inquestionável prioridade nacional e internacional, tendo em vista o lugar que hoje ocupam os avanços científicos, na interface das ciências da vida e exatas, para o desenvolvimento de novas tecnologias e dos processos de transferência do saber produzido para a sociedade. 

Pela sua natureza intrinsecamente interdisciplinar e pelas suas potencialidades de aplicação, a biotecnologia se notabiliza como um espaço notadamente fértil, onde é possível buscar e divulgar os conhecimentos teóricos e aplicados nas indústrias de alimentos, farmacêutica, produção de energia, meio ambiente e agropecuária.

As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril, por meio do endereço eletrônico. Os selecionados farão matrículas de 6 a 13 de maio e as aulas terão início no dia 18 de maio.

Outras informações pelo site, e-mail "Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.", telefone (44) 3011-3750 ou na secretaria da pós-graduação, bloco G-80, sala 201, câmpus sede da UEM, em Maringá.