Tools

PósEduca foto01

Aryelle Malheiros Caruzzo, mestranda em Educação Física, mostra prêmio "Melhores do Ano da Temporada de 2018"

Um trabalho da Universidade Estadual de Maringá (UEM), executado por meio do projeto de pesquisa institucional "Contribuição das experiências esportivas para o desenvolvimento positivo de atletas universitários brasileiros", analisou como são as relações entre 123 atletas universitários e 14 técnicos. Essa pesquisa foi recentemente premiada em âmbito nacional.

“Quanto mais os treinadores incentivam seus atletas e são abertos ao diálogo, melhores são as experiências que o atleta leva para a vida. E identificamos que as experiências dos atletas universitários têm sido muito positivas”, relata a autora principal do artigo “Análise do relacionamento treinador-atleta e sua relação com as experiências esportivas de atletas universitários brasileiros”, a graduada e mestranda em Educação Física pela UEM Aryelle Malheiros Caruzzo, 24.

Em parceria com pesquisadores do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, em Portugal, e da Universidade de Lethbridge, no Canadá, Caruzzo e mais cinco pesquisadores aplicaram questionários sobre proximidade, comprometimento e complementaridade a treinadores com média de 43 anos de idade e atletas universitários na faixa dos 22 anos, todos participantes dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2017, ocorridos em Goiânia (GO).

O reconhecimento – Devido à notoriedade, a pesquisa do grupo de Caruzzo foi apresentada oralmente à Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e levou ouro na premiação Melhores do Ano da Temporada de 2018, na categoria JUBs Acadêmico. Segundo a instituição realizadora, competiram artigos científicos sobre esportes, pré-selecionados pelas Federações Universitárias Estaduais. Para a estudante, “em qualquer área é sempre muito interessante mostrar que pesquisar traz retorno, e como a UEM é uma universidade de muito renome, precisa continuar mostrando seus trabalhos para a sociedade”.

PósEduca foto02

Premiação da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (Crédito: Divulgação/CBDU)
 

O prêmio foi entregue no mês passado, em Brasília (DF), durante o 15º Fórum Nacional do Desporto Universitário. Na ocasião, a mestranda, que também é nadadora, foi contemplada com uma bolsa de estudos integral de pós-graduação em um centro universitário de Maringá (PR) e recebeu a segunda colocação na categoria Craque Universitário Feminino. Ainda, a soma das notas individuais dela e do colega Rhuan Felipe Rossi Dourado de Lima colocaram a UEM no 1º lugar, no quesito acadêmico, dentre as instituições de ensino superior.

Saiba maisClique aqui e relembre o desempenho da UEM nos JUBs de 2018.

Reportagem atualizada em 03/04/2019 às 9h04.

uem tv