Tools

O Menino Que Descobriu O Vento

O evento começa no dia 29 deste mês com a exibição do filme O menino que descobriu o vento. Será no Mudi a partir das 19 horas

A Ciência na tela do cinema. Este é o foco da Mostra de Cinema e Divulgação Científica, evento de extensão promovido, anualmente, pelo Programa de Pós-Graduação em Biociência e Fisiopatologia da Universidade Estadual de Maringá e que entra agora na oitava edição. O público é convidado a assistir um filme e a partir dele participar de um debate que fará conexões e reflexões sobre o mundo da ciência retratado pela sétima arte.

Neste ano, a Mostra terá oito exibições, sempre às quartas-feiras, no período de 29 de maio a 17 de julho. Os encontros, com direito a pipoca e certificados, serão no Museu Dinâmico Interdisciplinar com início às 19 horas.

O projeto surgiu a partir da disciplina Metodologia da Popularização do conhecimento Científico, oferecida no mestrado em Biociência e Fisiopatologia e ministrada pela professora Débora Sant’ Ana, como uma possibilidade de introduzir abordagens críticas no contexto da divulgação científica a partir dos filmes. As sessões são voltadas para o público geral. A ideia é ter sempre um ou dois alunos da disciplina apresentando o tema da produção e conduzindo o debate após a apresentação do filme.

As inscrições devem ser feitas antecipadamente acessando o formulário neste link. A mostra terá uma taxa de R$ 40.

 

Programação

  • No dia 29 deste mês, a Mostra exibe O menino que descobriu o vento. Baseado em fatos reais, o filme conta a história de William Kamkwamba, interpretado por Maxwell Simba, um garoto inteligente e autodidata, que descobriu um método de criar energia eólica no meio das terras secas do Malawi, de modo a garantir a irrigação das colheitas e a sobrevivência de uma população faminta. O tema do debate será aquecimento global.
  • Na semana seguinte, no dia 5 de junho, O experimento de Milgram entra em cartaz para um debate sobre ética na pesquisa científica. A película mostra o psicólogo Stanley Milgram, vivido na tela por Peter Sarsgaard, e seus experimentos de obediência, inspirados pelos eventos do Holocausto. Na pesquisa, realizada na década de 1960, pessoas comuns eram levadas a dar o que acreditavam serem dolorosos choques elétricos em outras pessoas, quando estas não respondiam corretamente determinadas perguntas.
  • Clube de compra Dallas, exibido pela Mostra no dia 12 de junho, abre as discussões sobre HIV e Aids. Outro filme que retrata uma história real, desta vez de Ron Woodroof, interpretado por Matthew McConaughey, que em 1986 é diagnosticado com AIDS e então começa uma batalha contra a indústria farmacêutica. Procurando tratamentos alternativos, ele passa a contrabandear drogas ilegais do México.
  • No dia 19 de junho, o público irá assistir O preço de uma escolha que narra a história de três mulheres que habitam a mesma casa na cidade de Chicago e que decidem se devem ou não abortar. As protagonistas, entretanto, estão separadas vinte e dois anos entre si. O primeiro segmento do filme se passa no ano de 1952, o segundo em 1974 e o último em 1996. A história servirá de pano de fundo para o debate sobre bioética.
  • A programação segue no dia 26 de junho com Interestelar e o debate sobre Física. O filme retrata um grupo de astronautas que recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, já que as reservas naturais da Terra estão chegando ao fim.
  • Uma lição de vida é uma emocionante narrativa de superação baseada em uma história real de um africano de 84 anos que luta para se alfabetizar. A exibição será no dia 3 de julho e no debate estarão questões ligadas à educação.
  • No dia 10 de julho, o filme exibido será Um homem entre gigantes que retrata o trabalho do patologista forense, Dr. Bennet Omalu, que tenta conscientizar a opinião pública sobre a encefalopatia traumática crônica, uma doença que causa trauma cerebral em jogadores de futebol americano, resultado de concussões repetidas na cabeça. O tema do debate será sequelas neurológicas.
  • A Mostra encerra-se no dia 17 de julho com Cells at work. Adaptado do manga de mesmo nome criado por Akane Shimizu, o filme é um anime que se passa dentro do corpo humano, contando o dia-a-dia de vários tipos de células fazendo a sua parte para a boa manutenção da saúde humana. O debate neste encontro será sobre imunologia.

 

Serviço

8ª Mostra de Cinema e Divulgação Científica
Data: de 29 de maio a 17 de julho, com exibições às quartas-feiras das 19 às 22 horas.
Local: Museu Dinâmico Interdisciplinar.
Taxa de inscrição: R$ 40.
Certificado: A Mostra terá um total de 32 horas. Para ganhar certificado é preciso ter pelo menos 50% de presença.
Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
 
Reportagem atualizada em 23/05/2019 às 16h17.

uem tv