Tools

2019 06 07 Reuniao AMUSEP 2362

É a orientação dos representantes do Governo aos integrantes do grupo de trabalho responsáveis pela construção do projeto para o desenvolvimento do agronegócio na região da Amusep

Galeria de fotos

Projetos bem elaborados; que contemplem ações de alcance regional; e reúnam metas, que visem resultados coletivos, têm “ótimos” financiadores. Em resumo, foi a principal orientação que os representantes do Governo do Estado deixaram, ontem, aos integrantes do grupo de trabalho responsáveis pela construção do projeto para o desenvolvimento do agronegócio na região da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep).

Otamir César Martins, diretor presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar); e Nélson Harger, diretor técnico do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), passaram a manhã desta sexta-feira (7) reunidos com prefeitos e secretários municipais; professores e pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM); extensionistas da Emater; e técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab). Os encontros ocorreram no campus sede da UEM.

Para Otamir Martins, a nova fase da parceria entre Amusep, UEM, Emater e Seab segue um modelo consolidado nos países desenvolvidos. “O foco deve ser dimensão territorial, ações integradas, responsabilidades divididas e resultados visíveis, principalmente, na vida dos cidadãos”, destaca. Harger, que representou o diretor presidente da Emater, Natalino Avance de Souza, ressalta que a proposta da região vai ao encontro das estratégias de atuação estabelecidas pelo governador Carlos Roberto Massa Júnior, o Ratinho Júnior. “Está em sintonia com o que o Governo espera”, frisa.

Desafio

Na opinião do presidente da Amusep, prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva, o encontro foi produtivo e mostrou que “estamos no caminho certo”. O reitor da UEM, professor Júlio César Damasceno, tem avaliação semelhante. “Somamos nossas competências para multiplicar os resultados na maioria dos municípios da região”, comenta.

De acordo com o gerente Regional da Emater, em Maringá, César Miguel Candeo dos Santos, conversar com Martins e Harger é uma forma de buscar informações “na fonte” a fim de evitar cometer erros e o desperdício de tempo. “Saímos com orientações importantes para elaborar o projeto”, afirma. O chefe do Núcleo Regional da Seab, em Maringá, Jucival Pereira de Sá, reforça ser importante mostrar para as autoridades governamentais que a iniciativa é desenvolvida de forma coordenada e integrada.

O prefeito de Ângulo e presidente do Consórcio Público Intermunicipal de Gestão da Amusep (Pró-Amusep), Rogério Aparecido Bernardo, diz que o Consórcio está à disposição para ajudar a elaborar o projeto e a colocar em prática as ações. O vice-prefeito de Maringá, Edson Scabora, declara que a estrutura da prefeitura tem muito a contribuir para a consolidação da proposta.

Experiência

Além de Martins e Harger, o encontro desta sexta-feira, pela manhã, contou com a presença dos médicos-veterinários, Sidney Pasqualetto Júnior, coordenador do Serviço de Inspeção Municipal de Francisco Beltrão; e Horácio Slongo, da Adapar. Júnior apresentou a experiência colocada em prática na região sudoeste do Paraná, para possibilitar a comercialização dos produtos de origem animal, além dos limites dos municípios, onde são fabricados. Slongo comentou sobre normas e processos de fiscalização.

Comitê Gestor

Nesta sexta-feira, ficou decidido também que será constituído um Comitê Gestor para coordenar os trabalhos da nova parceria. Cada parceiro vai indicar três integrantes para compor o colegiado, sendo dois titulares e um suplente.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Amusep

uem tv