Tools

2019 06 17 Reuniao 2922

Objetivo é fortalecer saúde regional por meio de ações deste grupo articulado

A Universidade Estadual de Maringá (UEM), dentre outras instituições, fez hoje (17) a primeira reunião de trabalho do Laboratório de Inovação em Saúde, recentemente instituído para fortalecer a saúde regional por meio de trabalho colaborativo. Para os agentes da universidade, é oportunidade de demonstrar que o tripé Ensino-Pesquisa-Extensão contribui diretamente para benefícios dos usuários e profissionais da rede pública de saúde, bem como que este envolvimento deve ser contínuo e com suporte de um grupo articulado.

“Este grupo surgiu da necessidade de termos um olhar para a valorização da regional de saúde. Iremos enxergar nossos problemas e nossos vazios de assistência”, descreve Ederlei Alkamin, chefe da 15ª Regional de Saúde do Paraná. De acordo com ele, visa-se reordenar custos e serviços, além de “potencializar o que está dando certo, como a captação de órgãos, que tem médias internacionais, e o exemplo da cidade de Munhoz de Mello (PR) na atenção básica”. A próxima reunião está prevista para 8 de julho, no câmpus sede da UEM.

Estiveram presentes representantes de: 15ª Regional de Saúde do Paraná, Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), Central Estadual de Transplantes, Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems-PR), Conselho Regional de Secretários Municipais de Saúde (Cresems), Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense (Cisamusep) e Secretaria Municipal de Saúde. Pela UEM compareceram, no encontro realizado na Sala de Reuniões da Reitoria, Julio César Damasceno, reitor, e gestores do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), do Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac) e das graduações em Enfermagem, Estatística e Medicina.

Como as demandas de saúde carecem do conhecimento produzido pela universidade, ela deixa “todo seu potencial científico à disposição da comunidade”, decreta o chefe do Departamento de Análises Clínicas e Biomedicina da UEM, Dennis Armando Bertolini. Para o professor, o novo Laboratório de Inovação em Saúde é fundamental, uma vez que “os recursos para a saúde são finitos, então, temos que pensar formas novas de atender melhor a população” de Maringá (PR) e da região. “Pretendemos modificar a forma de atuar, trazendo todos os coparticipantes da saúde para perto, para termos as soluções dos problemas de forma compartilhada”.

 

Reportagem atualizada em 17/06/2019 às 16h27.

uem tv