Tools

ABERTURA

Documento foi elaborado pela equipe de Hospital Universitário

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica do HUM (NVE), do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), realizou a apresentação do Protocolo Institucional do Fluxo e Tratamento da Toxoplasmose Gestacional e Congênita para profissionais ligados à 15ª Regional de Saúde. A atividade reuniu 195 pessoas, no Auditório do HUM, nas manhãs de terça e quarta-feira (25 e 26). Entre as autoridades presentes à abertura dos trabalhos, estavam o Diretor da Regional, Ederlei Alkamim (foto abaixo), e a coordenadora do NVE, do HUM, Odete Antunes de Oliveira.

 MG 8574

Médicos, enfermeiros, farmacêuticos, bioquímicos, psicólogos, assistentes sociais, técnicos e auxiliares de enfermagem da Rede de Atenção Primária da 15ª Regional de saúde e do Hospital Universitário assistiram palestras que tinham como objetivo “atualizar as equipes de  saúde em relação ao diagnóstico, encaminhamento e tratamento da toxoplasmose em mulheres grávidas”, explicou o coordenador do Projeto de Toxoplasmose Gestacional do Ambulatório do HUM, o obstetra e ginecologista Lourenço Tsunetomi  Higa.

A proposta foi “apresentar o fluxograma de encaminhamento de gestantes com suspeita de toxoplasmose aguda gestacional para HUM; apresentar o protocolo de atendimento ao recém-nascido com suspeita ou diagnóstico de toxoplasmose congênita; detectar precocemente os casos de toxoplasmose aguda na gestação, a fim de proporcionar o tratamento adequado; prevenir a transmissão fetal da doença; e ajudar a diminuir o tempo de início precoce do tratamento da toxoplasmose em mulheres grávidas”, explicou a responsável pelo Ambulatório de Toxoplasmose Congênita,  Ana Gabriela Gomes Ferrari Strang. 

EQUIPE

O evento contou com uma série de palestras: Fluxo de encaminhamento para o HUM das gestantes com suspeita de toxoplasmose, ministrada pela enfermeira Cristiane de Oliveira Riedo, do Ambulatório do HUM; Tratamento e diagnóstico de toxoplasmose, apresentada pelo doutor Lourenço Higa; Fluxo de atendimento dos recém-nascidos expostos/ infectados com Toxoplasmose, ministrada pela neuropediatra Ana Gabriela Gomes Ferrari Strang; Exames laboratoriais em toxoplasmose, tema que ficou a cargo da farmacêutica do HUM, Silvana Lorenzi Vizoni; e Medicações no tratamento da toxoplasmose, apresentada pelo farmacêutico do Hospital, José Gilberto Pereira.

A iniciativa contou com o apoio da Diretoria de Enfermagem do HUM; do Departamento de Medicina da Universidade Estadual de Maringá (DMD/UEM); da Diretoria de Análises Clínicas e Farmácia do HUM; e do Ambulatório de Especialidades.