Tools

2019 07 19 APIESP Lei Geral das Universidades 4479

Membros da Apiesp na Universidade Estadual de Maringá, hoje (19)

Cinco reitores das universidades estaduais do Paraná reuniram-se hoje (19), por mais de cinco horas, no Auditório dos Conselhos Superiores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no câmpus sede, em Maringá (PR). Eles integram a Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp) e, nesta ocasião, unem forças para que haja imediata renovação de contratos dos professores temporários e que a autonomia universitária permaneça.

Na UEM, os contratos de 104 professores temporários vencem neste mês e as renovações dependem de autorização do Governo do Paraná, que oficialmente ainda não sinalizou para que isto ocorra. Atualmente, a universidade tem 443 docentes contratados em regime especial e temporário – o que equivale a 18 mil horas semanais de trabalho. “Sem estas horas não há condições de iniciar o segundo semestre”, preocupa-se Julio César Damasceno, reitor da UEM. Vale lembrar que a UEM está em greve e o calendário acadêmico está suspenso desde 26 de junho.

 

2019 07 19 APIESP Lei Geral das Universidades 4449

Servidores das universidades estaduais comparecem ao Auditório dos Conselhos Superiores

 

Embora as instituições educacionais públicas estejam passando por crises e ameaças, em dimensão nacional, Fátima Aparecida da Cruz Padoan, reitora da Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp) e presidente da Apiesp, acredita que este “é um momento muito importante para nós, porque discutimos os rumos das universidades estaduais”. Por isso, a Apiesp busca sempre promover reuniões descentralizadas, para facilitar as interações entre os reitores e outros colaboradores – o compromisso mais recente havia sido em maio, em Ponta Grossa (PR).

Na reunião desta sexta-feira, os reitores e demais representantes das universidades estaduais propuseram ações e também discutiram sobre o projeto de Lei das Universidades Estaduais. Sobre a situação dos professores temporários, a Reitoria da UEM faz tratativas com o Estado e, em conjunto com a Apiesp, decidiu encaminhar, na semana que vem, novo pedido à Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti). “Defendemos um sistema de excelência na formação de pessoas, produção de conhecimento e prestação de serviços à sociedade”, pontua o reitor da UEM.

Além de Damasceno e Padoan, os outros reitores presentes hoje na UEM foram Antônio Carlos Aleixo, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), Miguel Sanches Neto, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e Sérgio Carlos de Carvalho, da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

 

reitores uem julho

Da esq.: reitores Damasceno (UEM), Carvalho (UEL), Padoan (Uenp), Sanches Neto (UEPG) e Aleixo (Unespar)

uem tv