Tools

Rayssa recebendo prêmio

9º Eaiti, ocorrido na Unicentro, teve a participação de 76 bolsistas da UEM 

A bolsista Rayssa Sakaguti Koyama, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), conquistou o 1º lugar na área de Ciências Agrárias com o Prêmio de Menção Honrosa de Iniciação Tecnológica entregue aos autores dos melhores trabalhos no 9º Encontro Anual de Iniciação Tecnológica e Inovação (EAITI), ocorrido nos últimos dias 7 e 8 de novembro, na Universidade Estadual do Centro Oeste (Unicentro), em Guarapuava.

Orientada pela professora Magali Soares dos Santos Pozza, Rayssa desenvolveu o trabalho "O uso do extrato de clorofila nanoencapsulado em pluronic® f127 visando a prevenção de mastite bovina".  Na foto acima, ela aparece segurando o certificado e um troféu.

A UEM conquistou também o segundo e terceiros lugares no Prêmio. A bolsista Glenda Magalhaes Villatorre, orientada pelo professor Marcelo Farid Pereira, ficou na segunda colocação na área de Ciências Sociais Aplicadas pelo trabalho "Análise dos indicadores de desempenho das empresas vinculadas a incubadora tecnológica de Maringá e proposta de plano de ação para o período 2018- 2019".

Em terceiro lugar, receberam o prêmio os bolsistas Beatriz Vesco Diniz (orientada pela professora Terezinha Inez Estivalet Svidzinski, na área de Ciências Biológicas, com o trabalho "Caracterização e avaliação das propriedades antimicrobiana, anticancerígena e genotóxica de metabólitos produzidos por Fusarium graminearum para aplicação farmacológica"); Maria Eduarda Lima Dano (orientada pelo professor Marcos Luciano Bruschi, na área de Ciências da Saúde, com o trabalho "Desenvolvimento tecnológico de emulgel contendo própolis utilizando diferentes tipos de carbômeros"); e Felipe Matheus de Araújo Fatega (orientado pela professora Angélica Marquetotti Salcedo Vieira, na área das Engenharias, com o trabalho "Desenvolvimento de materiais adsorventes derivados de grafeno para remoção de cafeína da água").

Participantes ao final do evento

O Encontro teve a apresentação de 193 trabalhos de Iniciação Tecnológica e Inovação, por bolsistas das cinco universidades estaduais paranaenses (UEM/Maringá, UEPG/Ponta Grossa, UEL/Londrina, Unicentro/Guarapuava e UENP/Cornélio Procópio). A UEM foi representada por 76 alunos, que apresentaram os resultados dos projetos desenvolvidos no âmbito do Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti), ciclo 2018-2019.

A palestra de abertura do Eaiti na Unicentro, com o título "O pior empreendedor do mundo", foi feita por Matheus Tomio. Aos 28 anos, ele atuou como CEO (Chief Executive Office), diretor presidente, e como CTO (Chief Technical Officer), diretor de risco, em várias empresas multinacionais.

Tomio estudou Engenharia de Controle e Automação na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Paraná; Engenharia Mecatrônica na University of Victoria (UVic), no Canadá; e Engenharia de Produção no Centro Universitário Internacional (Uninter). É professor de Física e Matemática.

Em 2020, o Eaiti será organizado pela UENP e ocorrerá no câmpus de Cornélio Procópio nos dias 5 e 6 de novembro. Para outras informações sobre o 9º Eaiti acesse o site.

uem tv