uem50anos 2020 01

Universidade tem 7 câmpus; na foto, parte da sede, em Maringá

Parabéns para a Universidade Estadual de Maringá (UEM), porque ela está completando seu aniversário de 50 anos! Naquele 28 de janeiro de 1970, a fundação de direito público da instituição estava sendo criada por intermédio de um decreto estadual. Para comemorar, esta reportagem especial mostra como a universidade está hoje, após essas cinco décadas de história, e justifica por que alcançou renomes nacional e internacional, com alto índice de produção científica e tecnológica.

Reginaldo Benedito Dias, professor do Departamento de História, relembra que na década de 1970 “a universidade atendia a expectativa de um núcleo urbano pujante, para esse núcleo vir a ser o polo de uma região ampla”. Por isso, naquele período projetava-se que a UEM viria a “dar qualidade ao processo de desenvolvimento econômico e social” de Maringá (PR) e das cidades próximas.

 

uem50anos 2020 02

Vista aérea do câmpus de Maringá na década de 1970

 

Com o tempo, o antigo sonho de progresso foi cristalizado em realidade: a UEM é a quinta melhor universidade estadual do Brasil, de acordo com o Ministério da Educação, reconhecida por suas influências econômica, tecnológica, cultural, social, de pesquisa, em saúde e várias áreas, com contribuições em programas de incentivo ao desenvolvimento das regiões Norte e Noroeste do Paraná.

“A história da UEM é fantástica! Vários indicadores mostram que a evolução que tivemos em diversos parâmetros superam e muito outras universidades, até mesmo mais antigas que nós”, destaca Julio César Damasceno, reitor da UEM. Neste momento, ele agradece a todos que estiveram e ainda estão envolvidos como a criação e a solidificação da universidade. “A UEM é fruto de um conjunto de pessoas que têm o compromisso assumido com um projeto institucional”.

 

Nossa história

Além de 28 de janeiro de 1970, a UEM tem mais duas datas de aniversário: a primeira é 6 de novembro de 1969, quando ela nasceu a partir de uma lei estadual. A terceira data importante foi o reconhecimento da universidade, ocorrido em 11 de maio de 1976. Para todo este 2020, o ano comemorativo de 50 anos, a UEM recebe patrocínio oficial da Caixa Econômica Federal.

Uma curiosidade: antes de a UEM nascer de fato, ela já existia como Faculdade de Ciências Econômicas (desde 1959), Faculdade de Direito (desde 1966), Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (desde 1967) e Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas/Icet (desde 1969).

 

uem50anos 2020 03

Logo comemorativo dos 50 anos da Universidade Estadual de Maringá

 

Nossos espaços

A universidade tem sete câmpus, nas cidades paranaenses de Cianorte, Cidade Gaúcha, Diamante do Norte, Goioerê, Ivaiporã, Maringá e Umuarama, além de 30 polos de apoio presencial, da Fazenda Experimental de Iguatemi, do Hospital Universitário de Maringá (HUM) e do Hemocentro Regional de Maringá.

É impossível citar todos os setores, mas alguns de destaque são os mais de 440 laboratórios, a Biblioteca Central, a Central de Prática Jurídica e o Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia), que tem uma base avançada de pesquisas em Porto Rico (PR). O espaço mais novo da instituição é o Centro de Excelência Regional de Handebol, inaugurado há uma semana.

 

uem50anos 2020 04

“Antes e depois”: Biblioteca Central na década de 70 e nos dias atuais

 

Nossos atendimentos

Mais de 760 mil pessoas são beneficiadas anualmente por cursos, eventos e projetos de extensão e cultura organizados pela UEM.

A cada ano, a Clínica Odontológica presta serviços a quase 18 mil pacientes, enquanto que o Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas (Lepac) realiza aproximadamente 96,5 mil exames.

Com diversas especialidades médicas, o Hospital Universitário (inaugurado em 1988) recebe, por ano, em torno de 60,7 mil pessoas de pelo menos 115 cidades. Realiza 450 mil exames, 12 mil internações e 1,1 mil partos. No Hemocentro há 16 mil doadores de sangue e por volta de 3,7 mil no cadastro de medula óssea.

 

uem50anos 2020 05

Hospital Universitário, existente desde 1988, faz 1,1 mil partos por ano

 

Nossas pessoas

São 2.248 técnicos trabalhando na universidade e 1.583 professores, sendo 76% de doutores. Os estudantes passam de 22 mil, considerando graduação e pós-graduação presencial e a distância, e mais de 73 mil já se graduaram aqui.

Em 2020 inicia o sistema de cotas para negros nos vestibulares de inverno e verão da UEM, após ter sido aprovado no Dia da Consciência Negra de 2019.

 

Nossos cursos

Atualmente, a instituição oferece cerca de 70 cursos de graduação, 44 mestrados acadêmicos, 12 mestrados profissionais, 29 doutorados acadêmicos, 77 especializações, 11 residências médicas e 18 residências multiprofissionais.

Inicialmente, os cursos de graduação eram pagos, até que a Lei da Gratuidade nas Universidades Públicas do Paraná entrou em vigor em dezembro de 1987.

 

uem50anos 2020 06

Universidade já graduou 73 mil pessoas em todas áreas do conhecimento

 

Nossas pesquisas

A UEM é a universidade estadual da Região Sul do Brasil que mais realiza pesquisa, segundo o Web of Science, sendo que pelo menos 10 mil artigos são internacionais. E conforme o Leiden Ranking, é a segunda universidade no mundo que mais publica trabalhos científicos de mulheres.

Muitas das pesquisas se transformam em invenções. Por isso, a UEM conta com 19 patentes concedidas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), além de 32 programas de computador e sete marcas registrados. Existem, ainda, 108 pedidos de patentes em análise, com todo o suporte prestado pelo Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da UEM.

 

uem50anos 2020 07

Produção científica da UEM soma mais de 10 mil artigos internacionais