Rupeep

A primeira atividade será concorrer a dois editais de apoio ao enfrentamento da Covid-19 e a outras doenças

A Universidade Estadual de Maringá acaba de criar a Rede UEM de Pesquisa para Emergências Epidemiológicas, a fim de trabalhar no avanço da pesquisa e de protocolos para o combate a surtos, endemias, epidemias e pandemias, tendo decidido, como primeira atividade, elaborar propostas para concorrer a um edital lançado pela Capes e a outro divulgado pelo CNPq.

Ligada ao Ministério da Educação (MEC), a Capes é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Pertencente ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o CNPq é o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Ambos fomentam a pesquisa por meio do aporte de recursos financeiros.

Com isso, se algum subprojeto a ser submetido aos editais vier a ser contemplado, a RUPEEp, como foi denominada a Rede, receberá apoio para desenvolver as ações para as quais foi criada, entre elas a de desenvolver pesquisas e estudos nas áreas de saúde, biológicas e afins, e também nas suas interfaces.

A Chamada do CNPq tem como foco específico o enfrentamento da Covid-19, seja para estimular estudos em busca de alternativas terapêuticas, desenvolvimento de vacina ou do aprimoramento e desenvolvimento de novos testes diagnósticos para a doença causada pelo novo Coronavírus. 

O apoio virá na forma de custeio para a compra de materiais de consumo, por exemplo; oferta de capital visando à compra de equipamentos, materiais permanentes e de material bibliográfico; e, ainda, na forma da concessão de bolsas nas modalidades de fomento tecnológico e extensão inovadora.

O edital da Capes, em caráter de seleção emergencial, também de olho na questão da pandemia, pretende apoiar projetos de pesquisa e formar recursos humanos altamente qualificados, nos programas de pós-graduação Stricto Sensu, imbuídos na tarefa de desenvolver estudos inovadores na prevenção, diagnóstico e estratégias terapêuticas.

Nesta linha, deseja dar suporte aos estudos sobre doenças infecciosas, seus agentes e vetores; ao desenvolvimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais de saúde; e apoiar o desenvolvimento de tecnologias e mecanismos para o monitoramento, mapeamento e controle de surtos, endemias, epidemias e pandemias.

A Capes promete liberar até R$ 70 milhões entre despesas de custeio, recursos de capital e bolsas de doutorado e de pós-doutorado.

Rupeep 1

Os pesquisadores ou grupos de pesquisadores interessados em participar das propostas a serem elaboradas pela RUPEEp poderão enviar a versão preliminar de um subprojeto para concorrer inclusive aos dois editais: os de números 09/2020 (Capes) e 07/2020 (CNPq).

A proposta de subprojeto para a chamada do CNPq deverá indicar apenas uma das linhas temáticas, de acordo com o item 1.2 do referido edital. A sugestão de subprojeto para a chamada da Capes terá que ser enquadrada em uma das áreas elencadas no item 1.1 do edital mencionado.

Prazo

Devido ao prazo curto de submissão das proposições para o CNPq e a Capes, os subprojetos deverão ser encaminhados para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até a próxima quinta-feira, 16 de abril. As sugestões recebidas serão avaliadas e consolidadas por um grupo de pesquisadores participantes da RUPEEp para a construção das proposições principais. Durante este processo, serão indicados os pesquisadores para fazer a submissão das propostas consolidadas.

Cabe esclarecer que a Rede está alocada na Diretoria de Pesquisa da UEM, setor ligado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), de onde partiu o convite a alguns pesquisadores da instituição para que dessem início à formatação de um modelo de Rede visando a atuar em estudos nas áreas de saúde, biológicas e afins.

Além de desenvolver pesquisas e estudos nas áreas de saúde e suas correlatas, a RUPPEp surgiu para apoiar iniciativas de estudos em nível de pesquisa e pós-graduação, incluindo a publicação de trabalhos científicos. 

Outra finalidade é oferecer apoio e incentivo aos projetos de pesquisas de áreas afins que complementem os conhecimentos necessários à consecução de seus objetivos.

A Rede também quer agregar as pesquisas desenvolvidas ou que estão sendo estruturadas na UEM para encontrar respostas de curto, médio e longo prazo que contribuam no trabalho de prevenção, enfrentamento e de combate a surtos, endemias, epidemias e pandemias.

Ainda integra o arcabouço de ações elencadas a meta de impulsionar a formação de novos grupos de pesquisa, além de prospectar competências em todas as áreas do conhecimento para realizarem trabalhos conjuntos e transversais.

A Diretoria de Pesquisa está convidando a todos os pesquisadores da UEM interessados em fazer parte da RUPEEp que o façam neste momento, bastando, para isso, se manifestarem pelo e-mail “Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.”.

Fotos: banco de imagens Google