IMG 20200525 WA0020 1

As pesquisas serão desenvolvidas com base nas demandas das empresas

Para marcar o início do recebimento de propostas visando a seleção interna de candidatos interessados em obter bolsas oferecidas pelo Programa de Mestrado e Doutorado Acadêmico para Inovação (MAI/DAI), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Universidade Estadual de Maringá, com algumas entidades e instituições parceiras, irá promover, na quinta-feira (28), às 18 horas, uma Live dirigida aos empresários da cidade e região.

A live terá a participação do diretor de pesquisa da UEM, professor Luiz Fernando Cótica; do coordenador estratégico do Maringatech e da Incubadora Tecnológica de Maringá, Marcelo Farid Pereira, também professor da UEM; e do gerente executivo do Centro de Inovação de Maringá, Marcelo Braga. 

Eles irão falar o que é e como vai funcionar o programa de pós-graduação do CNPq, um órgão ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI).

Em breve, em data a ser definida, haverá uma live para os pesquisadores, mas esta primeira transmissão ao vivo mira dirigentes de negócios porque o CNPq financiará até 80 bolsas por Universidade para desenvolver pesquisas com base nas demandas das empresas.

Na UEM, o período para a apresentação das propostas começou ontem (25) e termina no dia 22 de junho, enquanto que a análise das propostas recebidas ocorrerá nos dias 23 e 24 de junho. No dia seguinte, a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), responsável pela seleção interna, divulgará as propostas pré-qualificadas.

Escopo

Poderão concorrer pesquisadores ligados aos programas de pós-graduação da UEM. Eles devem protocolar a proposta no Protocolo Geral da Universidade e encaminhá-la à PPG. Cada candidato precisa remeter também cópia dos arquivos da proposta ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., dentro do prazo estabelecido.

Em síntese, ao lançar a Chamada Pública nº 12/2020, em nível nacional, o CNPq alega interesse em dar apoio financeiro a projetos que visem contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico do País.

A iniciativa amplia o escopo do Programa Doutorado Acadêmico para Inovação (DAI), de âmbito nacional, lançado pelo CNPq em 2018. Amplia porque houve a inclusão da modalidade de Mestrado e de Iniciação Tecnológica e Industrial (ITI). 

Nesse Programa, os bolsistas irão desenvolver projetos como estudantes regulares em curso de pós-graduação existente, devendo ter um orientador acadêmico e um supervisor junto à empresa parceira a qual o projeto de mestrado/doutorado estará relacionado.

A live de quinta-feira será feita por meio do link. Outras informações com Marcelo Farid pelo celular (44) 9 9141-4199.